jump to navigation

Novos negócios em ascensão 5 julho, 2009

Posted by Flammarion Cysneiros in Empreendedorismo e Gestão Empresarial.
Tags:
trackback

Novos negócios em ascensão

Incentivos fiscais e redução da carga tributária estimularam muitos a abrir empresas na crise.

Em um país onde pequenas e médias empresas respondem por nada menos que 20% do Produto Interno Bruto (PIB), a crise trouxe obstáculos, mas também oportunidades para quem planejava ou planeja começar o próprio negócio. O número de novos negócios no Brasil nos primeiros dois meses foi 80% maior que o registrado no último bimestre do ano passado, e quatro vezes maior que no mesmo período de 2009, mostrou um levantamento do centro de estudos empresariais DBM Consultoria.

– O empreendedorismo naturalmente encontra condições mais favoráveis em um momento de crescimento vigoroso da economia, mas a atual crise acabou ocasionando diversos incentivos fiscais e a redução da carga tributária por parte do governo – pondera o diretor de Administração e Finanças do Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae), Carlos Alberto dos Santos.

Uma pesquisa do grupo acadêmico Global Entrepreneurship Monitor (GEM), que monitora a atividade empreendedora internacional, classificou o Brasil como o 13º em um ranking de 43 países. Segundo o estudo, os empreendedores agora são mais motivados pela oportunidade do que pela necessidade, e planejam o negócio com mais cuidado.

Foi o caso do jornalista Alexandre Fontoura. Ao deixar o jornal onde trabalhava, o profissional investiu em duas frentes: abriu uma agência de comunicação voltada especificamente para empresas de tecnologia – um nicho que já havia identificado como carente de serviços adequados ao trabalhar em um provedor de internet – e levou adiante a ideia de um “plano de saúde para computadores”, com a ajuda de um sócio.

– Eu sempre tive essa vontade de montar um negócio, mas não me sentia seguro, achava que não tinha tempo ou espaço para dar conta – diz Alexandre, fundador da Infoplano e da AFontoura Comunicação.

Bom momento para tecnologia

O setor no qual Alexandre apostou parece de fato estar atravessando um momento favorável no país. Um estudo realizado pela divisão de consultoria da IBM e pela unidade de inteligência da revista britânica The Economist considerou o Brasil um dos países com melhor cenário macroeconômico e oportunidades de negócios do planeta, com o melhor ambiente para o crescimento do comércio eletrônico entre os Brics – grupo das maiores economias emergentes que também inclui Rússia, Índia e China.

Segundo o estudo, que levou em consideração educação, política governamental, inovação, consumo de mercadorias e serviços digitais, o Brasil é um dos países com maior índice de empreendedorismo entre os pesquisados, embora apresente problemas relacionados a deficiências na infraestrutura e baixa adoção do comércio eletrônico pelos consumidores e empresas de modo geral. Na comparação com outros países latino-americanos, o Brasil aparece abaixo do Chile e do México.

Importância do planejamento

Apesar do momento até certo ponto favorável a novos negócios, especialistas e pessoas com a experiência de iniciar o próprio negócio são enfáticos em dizer que uma preparação cuidadosa é fundamental, e que não se deve subestimar a severidade da turbulência financeira.

– Empresas iniciantes têm dificuldades mesmo durante períodos de boom econômico.

Durante uma crise, ineficiências estruturais que normalmente podem passar despercebidas tornam-se evidentes, o que pode ser fatal para os negócios em um momento de acirramento do concorrência – diz Carlos Alberto dos Santos.

Em uma enquete realizada pela Endeavor Global entre abril e maio com 65 empreendedores de 11 países, 75% dos entrevistados afirmaram ter sentido ou estar sentindo impactos negativos da crise nos negócios. O principal reflexo foi na queda no volume de vendas (59%), seguido de dificuldades de acesso a financiamentos (37%) e o aumento dos custos de investimento (10%).

Por outro lado, quando perguntados se sentiram algum tipo de influência positiva no mesmo espaço de tempo, 45% responderam que sim. Entre os efeitos citados, 48% foram relacionados à contratação de mão de obra especializada, 41% às oportunidades de investimentos e 28% à menor concorrência de mercado.

– O lado positivo é que este cenário tem levado os empreendedores a reavaliarem suas estratégias de negócios e suas operações – disse Rodrigo Teles, diretor-geral da Endeavor. – Como resultado, estão emergindo empresas mais enxutas, eficientes e competitivas.

Opinião da Cysneiros Consultores:

Flammarion Cysneiros - CEO - ICOMUNI ConsultoriaPara Flammarion Cysneiros, diretor de Pesquisa e Desenvolvimento de Projetos da ICOMUNI Consultoria, a inovação gera capital intelectual e tecnológico, e é o catalizador dos países emergentes na economia mundial .

A ICOMUNI Consultoria empresa há mais de 5 anos no mercado, presta consultoria em empreendedorismo e inovação, e capacita empresas a investirem cada vez mais em projetos inovadores e de alto valor competitivo.
Empreendedorismo e Inovação
Logomarca Cysneiros e Consultores Associados
 
Consultoria Online

TopoBlog_ Flammarion

About these ads

Comentários»

No comments yet — be the first.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Seguir

Obtenha todo post novo entregue na sua caixa de entrada.

Junte-se a 1.122 outros seguidores

%d blogueiros gostam disto: