IEL estimula potencial de empresas tecnológicas

peiexPeiex vai ajudar a desenvolver mais a competitividade do segmento, com foco micro e pequenas empresas de TIC

Pernambuco vem se consolidando como um importante polo das tecnologias da informação e comunicação (TIC). O Porto Digital, localizado no Bairro do Recife, é considerado o maior parque tecnológico em área urbana e também um dos mais bem conceituados do Brasil. Sinônimo de excelência em software. O Parqtel, no Curado, abriga dezenas de fabricantes de hadware. Para ajudar a desenvolver ainda mais a competitividade desse arranjo produtivo local (APL), o Instituto Euvaldo Lodi (IEL-PE) coloca em campo o Projeto Extensão Industrial Exportadora (PEIEx).

O PEIEx foi criado pelo Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior (MDIC), em parceria com a Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos (Apex). O Sebrae Nacional também participa. Em Pernambuco, 195 empresas foram selecionadas, sendo 117 do Porto Digital. O projeto dura 14 meses e tem como objetivo estimular o potencial exportador das micro e pequenas empresas do setor, através do incremento da competitividade.

A superintendentedo IEL-PE, Gilane Lima, explica que o PEIEx é voltado para a resolução de problemas técnico-gerenciais e tecnológicos das empresas. “A primeira etapa, após o contato inicial e a primeira visita, é elaborar um diagnóstico, a partir do qual implantamos um conjunto de soluções para melhorar a performance da empresa”, afirma Gilane. O núcleo operacional do projeto é composto por um coordenador, sete monitores extensionistas e quatro estagiários.

Gilane Lima conta que o projeto foi aprovado no final de dezembro e a etapa atual é a de seleção do pessoal. “O Sistema IEL promove a integração entre a universidade e a empresa. O pessoal do projeto será todo selecionado a partir das universidades, como mestres e doutores. Nossa missão é levar o conhecimento para o setor produtivo”, diz a superintendente. Segundo ela, o segmento de TIC se mostrou o mais estruturado para receber o projeto no estado.

“Somente o Porto Digital é responsável por 3,5% do Produto Interno Bruto de Pernambuco, gerando cerca de 4 mil empregos”, justifica Gilane. A partir do projeto, as empresas beneficiadas poderão adquirir um padrão global e assim se tornarem aptas a concorrer tanto no mercado nacional quanto no internacional. “Atuando internamente, de forma competitiva, podemos impedir que empresas de fora entrem no país para oferecer seus produtos”, exemplifica a superintendente.

Desde que foi implantado e até o final de 2007, o PEIEx contava com 14 convênios e 21 APLs atendidos. O número de micro, pequenas e médias empresas beneficiadas ultrapassa 3,4 mil. Um dos termômetros do êxito do projeto é o alto porcentual de empresários satisfeitos, 97%.

*Leia em: http://www.diariodepernambuco.com.br/2009/02/01/economia15_0.asp

Anúncios

Um comentário sobre “IEL estimula potencial de empresas tecnológicas

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s