Qual melhor tipo de Blog para sua empresa?


Segue abaixo diversos tipos de  Blogs corporativos:
1. Venda de Produtos: conteúdo que tem o objetivo de levar o visitante a conhecer mais sobre os produtos da empresa e levá-los até páginas de pedidos e contatos.

2. Pós-Venda: blog que serve como canal de contato pós-venda para clientes, dando sugestões, dicas, consertos e outras informações importantes que os clientes já compraram.

3. Divulgação de Conhecimento: usado especialmente por consultores e empresas de serviços, este tipo de blog tem como objetivo mostrar um profundo conhecimento do autor sobre um tema específico.

4. Conteúdo Útil para o Cliente: blog que não tenta vender um produto ou serviço, mas reforça sua marca e a quantidade de visitas divulgando informações que ajudam a clientes em assuntos relacionados à atividade da empresa.

5. Blog do Presidente: espaço no qual o dono ou presidente da empresa publica artigos, divulga informações importantes da empresa e estreita relacionamentos com clientes, investidores, fornecedores e o mercado em geral.

6. Bastidores da Empresa: relato do dia a dia da empresa, desenvolvimento de produtos, novidades e notícias e outras informações que levem o visitante a conhecer melhor a organização.

7. Responsabilidade Social: blog que divulga as iniciativas de responsabilidade social, ética e ambiental da empresa.

8. Mistura de Tipos: é meu tipo favorito – uma mistura inteligente de todos os tipos acima, diversificando o conteúdo e incentivando o visitante a conhecer diferentes aspectos da empresa.

Defina o seu!

Anúncios

Shopping Difusora é inaugurado em Caruaru


Segundo o empreendedor Luciano Ferreira, o centro de compras abre com cerca de 50% das lojas operando.

Com expectativa de receber mensalmente um fluxo de 200 mil pessoas, o grupo LVF inaugurou ontem o Shopping Difusora, no município de Caruaru. O investimento no local chega a R$ 50 milhões para abrigar espaço para 104 lojas – que se transformaram em 70 operações – além de um empresarial que deve ser aberto em agosto. O empreendimento está situado em uma das mais movimentadas avenidas de Caruaru, a Agamenon Magalhães, com estimativa de circulação diária de 20 mil veículos.

Segundo o empreendedor Luciano Ferreira, o centro de compras abre com cerca de 50% das lojas operando. A meta é que até o dia 20 esse número chegue a 70%. Isso por causa das obras na parte interna das lojas, já que praticamente todos os espaços já foram locados, mesmo em meio à crise financeira.

Ontem, faltando poucas horas para a abertura ao público, que ocorreu por volta das 19h, o empreendedor Luciano Ferreira previa um público de oito mil pessoas querendo conhecer o shopping no primeiro dia. Por causa dessa expectativa, o empresário decidiu manter o centro aberto até as 23 horas. “Mas o horário normal do shopping será das 10h às 22h. Há uma expectativa muito grande na região por conta do projeto. Além das lojas âncoras, como a Eletro Shopping, a Esposende e a própria McDonald’s, temos o auditório da Difusora que por si só já desempenha o papel de atrair um grande público”, comenta Ferreira. Nos dias 15, 16 e 17 de julho, o local já vai receber a Super Mix, uma feira do setor de atacado. A convergência de consumidores de cidades vizinhas para Caruaru é outro fator que deve auxiliar na consolidação do empreendimento. O Shopping Difusora chegou a atrair grandes empresas, como as Lojas Americanas, mas a empresa terminou adiando a negociação por, pelo menos, um ano em virtude do atual momento da economia. A praça de alimentação tem lugar para 550 pessoas e deve ser um dos pontos de grande fluxo. Além da McDonald’s, já se instalaram a Jullieto e Iang Chao. O empreendimento possui 700 vagas de estacionamento.

Inovação no Design 2.0 das Logos – Case Google


Logos Google

O Google reinventa a cada dia sua logomarca, e frequentemente nos deparamos com as diversas formas de se escrever Google.

Esta técnica criativa é uma nova tendência da velocidade da “Era da Informação 2.0”.

Há décadas atrás as logomarcas se reinventavam em cada 10 anos.   Exemplo disto temos a evolução da logomarca da TV Globo.

Mas o Google tem imprimido um novo ritmo a esta evolução, o que tem levado as empresas re-inventar o Design das Logos.

E você quando vai re-inventar a sua?

Veja mais logos do Google!

Internet2 via satélite


internet2 via satélite

O desenvolvimento mundial das redes de alto desempenho

Observa-se no cenário mundial uma crescente aproximação de grupos de pesquisa, empresas, operadoras de serviços de  telecomunicações e fabricantes de equipamentos de telecomunicações e de informática. Esses grupos buscam definir
uma arquitetura padronizada, baseada em tecnologias de sistemas computacionais distribuídos, que permita a introdução rápida e flexível de novos serviços sobre a infra-estrutura de telecomunicações, incluindo facilidades para o gerenciamento integrado tanto dos serviços como da própria infra-estrutura de redes.

Como resultado desses movimentos prevê-se que no futuro próximo os serviços de telecomunicações deverão assegurar Qualidade de Serviço (QoS) baseada em Contratos de Níveis de Serviço. Tanto a confiabilidade quanto a disponibilidade de tais serviços, oferecidos sobre uma infra-estrutura comum de redes de banda larga, deverão ser suficientemente altas para garantir o nível de desempenho estabelecido nos diversos níveis de serviço contratados.

A comunidade acadêmica mundial, percebendo a necessidade de retomar a liderança das pesquisas tecnológicas na área, vem desenvolvendo tecnologias de última geração, com ênfase nas aplicações avançadas com características interativas
e uso de tecnologias multimídia e de tempo real .

Os projetos Internet 2, nos Estados Unidos, e TEN-34, na Europa, são exemplos  dessa iniciativa do meio acadêmico. Inicialmente restritos a este setor, esses projetos vêm sendo apoiados e subsidiados por empresas e governos em diversos países. A formação destes consórcios visa o desenvolvimento de ferramentas e aplicações para redes eletrônicas de alto desempenho. O objetivo final dessas iniciativas não é somente o desenvolvimento de pesquisas exclusivamente voltadas para a área acadêmica, mas também a transferência, ao setor comercial, das tecnologias desenvolvidas e testadas ao longo da execução dos projetos.

Google inova mais uma vez e cria algoritmo para contratação de profissionais.


Google Comemorative Logos

A Google sempre foi uma empresa inovadora. Dessa vez a empresa esta modificando seus métodos de contratação de profissionais.

“Conforme crescemos, achamos cada vez mais difícil encontrar profissionais suficientes para preencher nossas vagas”. Comenta Laszlo Bock ao jornal New York Times. “Com os métodos tradicionais estamos deixando escapar alguns dos melhores candidatos.”

Dessa forma, os engenheiros da empresa desenvolveram um algoritmo que analisa as respostas do candidato utilizando diversas fórmulas, criadas pelos matemáticos da Google, e calcula o resultado – de zero a 100. Assim, a empresa pode definir, sem erros, se o profissional tem os pré-requisitos necessários para ingressar na sua caótica e competitiva cultura.

Enquanto a Google tenta admitir mais pessoas, mais rápido, a empresa tem que ter a certeza que o candidato esta preparado para viver sua “cultura de liberdade”. Apenas 4% dos funcionários deixam a empresa anualmente, um número bastante reduzido comparado as outras empresas do Vale do Silício – que tem uma média de 9% de demissões no seu quadro de colaboradores anualmente.

Isso ocorre devido aos diversos incentivos que a Google oferece aos seus funcionários. Comida grátis, tempo para trabalhar em projetos pessoais, opções de compra de ações, bônus e outros benefícios.

Por isso não é de se espantar que dentro da cultura googleniana onde a participação humana em uma busca deve ser a mínima possível, seus colaboradores sejam escolhidos roboticamente por um robusto e perfeito software de “head hunting”.

Você pode obter mais informações em: New York Times

Programa Ferramentas de Gestão Avançada


Empresario

O SEBRAE/PE desenvolveu o Programa Ferramentas de Gestão Avançada para fortalecer a gestão das empresas com mais de 2 anos.

Ferramentas de Gestão Avançada é um programa completo para empresas que buscam otmizar resultados e expandir seu negócio de forma sustentável, por meio de uma gestão mais moderna.

É composto por workshops e consultorias personalizadas que apresentam soluções integradas para impulsionar o crescimento, obter resultados diferenciados, alavancar a competitividade e acompanhar, de forma sistemática, indicadores e metas do seu plano empresarial.

Um programa para quem aceita o desafio de crescer.

O programa é composto por 127 horas de consultoria personalizada, além de cursos e encontros empresariais, que totalizem 211 horas.

Programa Ferramentas de Gestão Avançada

Empresas mostram projetos inovadores bem-sucedidos


Inovação MPE

Segundo Ricardo Espinosa,a maioria dos empreendedores das micro e pequenas empresas olha com desconfiança a questão da inovação”, comentou o gerente do Escritório Regional do Sebrae-SP em Araçatuba.

Cerca de 100 empreendedores dos setores de agricultura, indústria e serviços de tecnologia participaram do workshop “Como a pequena empresa pode lucrar com a inovação?”, promovido pelo Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas de São Paulo (Sebrae-SP), no auditório do Centro das Indústrias do Estado de São Paulo (Ciesp), em Araçatuba, no último dia 20. O grupo compartilhou iniciativas bem-sucedidas já adotadas.

“A maioria dos empreendedores das micro e pequenas empresas olha com desconfiança a questão da inovação”, comentou o gerente do Escritório Regional do Sebrae-SP em Araçatuba, Ricardo Espinosa Covelo. Segundo ele, os empresários percebem a inovação como algo desnecessário, ou mesmo arriscado, e alegam, muitas vezes, que não têm tempo para pensar em possíveis modificações. No entanto, Covelo afirma que os empreendedores que adotam atitudes inovadoras abrem novas oportunidades.

É o caso de Elizabete Maria Foline Buono, dona de uma fábrica de tênis, Márcia Ranalli, proprietária de um negócio de ovinocultura, e Gustavo Brito Fernandes, proprietário de uma empresa de inovações tecnológicas que, por suas trajetórias inovadoras, foram convidados a compartilhar as suas histórias no evento.

Elizabete contou que, no início, não se preocupava muito em buscar modelos com design próprio para seus produtos. Descobriu, no entanto, que teria mais chances se concorresse no mercado com produtos diferenciados. A partir disso, investiu em novos estilos e, como resultado, ganhou mais espaço entre os consumidores.

Márcia era dona da Fazenda Caramuru, dedicada à plantação de cana e criação de gado. Os ovinos eram quase um hobby. Há dois anos, ela resolveu investir na produção de cordeiros com qualidade. Apoiada na consultoria do Sebrae-SP, melhorou a qualidade do rebanho e adotou uma série de ações que permite o abate mais cedo, e com melhor peso. Atualmente, a ovinocultura tem grande destaque no retorno de seus negócios no agrobusiness.

A empresa GP Painéis, de Gustavo Brito Fernandes, nasceu dentro da incubadora de empresas de Araçatuba. Fernandes começou a produzir painéis eletrônicos para informações dinâmicas luminosas. Sempre atento às perguntas de seus clientes, ele nunca descarta as sugestões, considerando-as com cuidado, para estudar as possibilidades de inovação. Com essa atitude, conseguiu fazer adaptações em produtos que resultaram em retorno para a empresa.

Outro exemplo de inovação é o de Caio César Pimentel Ferraz Jr., que trabalha com o pai na empresa da família, fundada há 50 anos por seu avô, produzindo tubos e outras grandes peças de concreto para obras públicas e de construção civil. Em uma visita rotineira em canteiros de obras de clientes, ele observou um procedimento que era feito nas peças, pelos operários, para facilitar a colocação de quadros de energia elétrica.

“Voltamos para a fábrica, fizemos um novo desenho para os tubos, adaptando novas aberturas de acordo com as necessidades que vimos na obra e tivemos um excelente resultado com o novo produto”, diz. Segundo ele, além de oferecer um produto diferenciado, a imagem institucional da fabricante saiu fortalecida, pois se mostrou atenta às necessidades de seu cliente. Outra vantagem foi a economia de matéria-prima trazida com a inovação, uma vez que as aberturas nas peças de concreto se revertem em custo menor de produção.

O gerente do Sebrae-SP insiste que não existe uma receita pronta para se tornar inovador. “Normalmente busca-se inovação por causa de uma crise, durante a qual ideias surgem para resolver problemas pontuais”, diz, orientando a afastar-se um pouco da rotina da produção, estudar todos os detalhes internos e ficar atento aos concorrentes.