Incubadora do Cone Leste recebe projetos de novas empresas

Incubadora de Negócios do Cecompi

Podem participar também empresas iniciantes e inovadoras que buscam o apoio de uma incubadora para estabelecer-se e crescer

Agência Sebrae

A Incubadora de Negócios do Cecompi (Centro para Competitividade e Inovação do Cone Leste Paulista), apoiada pelo Escritório Regional do Sebrae-SP em São José dos Campos, está com 10 vagas abertas para projetos de novos empreendimentos nas áreas de eletrônica embarcada, saúde, tecnologia da informação e comunicação, tecnologias mecânicas e de serviços. Para participar do processo seletivo, é preciso que os empreendedores tenham um projeto inovador nessas áreas e que desejem abrir sua própria empresa. Podem participar também empresas iniciantes e inovadoras que buscam o apoio de uma incubadora para estabelecer-se e crescer.

As ideias, projetos ou empresas que forem aprovadas receberão apoio, como infraestrutura física para se instalar nas dependências da Incubadora, localizada no Parque Tecnológico da cidade, orientação para elaboração de plano de negócios e consultoria nas áreas jurídica, de marketing e de finanças. Os interessados devem buscar o edital disponível no site da incubadora (www.incubadoradenegocios.org.br) e providenciar a documentação solicitada até o dia 30 de maio.

Incubadoras

CecompiA Incubadora de Negócios do Cecompi foi inaugurada em 2005 e tem como parceiros a Prefeitura Municipal e o Sebrae-SP em São José dos Campos. O Sebrae-SP regional também apoia outras quatro incubadoras: Incubaero, Incubadora Univap-Revap, Incubadora da Universidade do Vale do Paraíba (Univap) e Incubadora de Jacareí. Em 2008, as empresas ligadas a estas incubadoras geraram 398 novos postos de trabalho e um faturamento de R$ 13,3 milhões. As incubadoras de empresas oferecem serviços especializados, consultoria e uma série de outros benefícios, como a intermediação com instituições de ensino e pesquisa, órgãos públicos e privados. Elas desempenham importante papel no fortalecimento e na estruturação dos micro e pequenos negócios, contribuindo, assim, para o sucesso do empreendimento.

No Brasil, as primeiras incubadoras começaram a ser estruturadas em 1988. Os dados mais recentes da Associação Nacional de Entidades Promotoras de Empreendimentos Inovadores (Anprotec), de dezembro de 2007, registram a existência de 393 incubadoras no País.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s