Inovação: ONGs criam clube para trocar profissionais, técnicas e serviços

Ongs

Na Antiguidade, antes da existência da moeda, mercadorias, peças de vestuário e outros itens eram intercambiados entre as pessoas. Um projeto recente, baseado em um movimento chamado “economia solidária”, promove o retorno do sistema de trocas, vem sendo adotado agora por organizações do terceiro setor. Está em fase de implantação o Clube de Trocas permanente, o primeiro do gênero no Espírito Santo.

Ele funciona assim: as organizações trocam tecnologia, pessoas e serviços, sem dinheiro envolvido na negociação. “O clube é muito mais do que um lugar para fazer intercâmbio sem dinheiro, é uma confraternização onde as pessoas se conhecem, criam novos projetos, ampliam as perspectivas, em níveis pessoal e institucional, que é o que pretendemos”, destaca a coordenadora Denise Biscotto.

Na próxima terça-feira, dia 16, será realizado o segundo encontro das organizações do terceiro setor que já estão cadastradas. As instituições que participarão da reunião ofertam produtos e serviços que podem disponibilizar e buscam o que lhes falta.

Ainda há tempo para fazer o cadastramento por meio eletrônico (veja contatos no quadro à direita).

Movimento

A economia solidária é uma forma de produção centrada na valorização do ser humano (e não do capital), com fins de redistribuição de renda.

No país as pessoas de diferentes grupos em vários Estados já se reúnem para a troca se produtos e serviços. Entretando, a permuta entre instituições do terceiro setor é uma prática que está apenas começando no Espírito Santo. “Ainda estamos aprendendo, mas acreditamos que a iniciativa se fortalecerá”, explica Priscila Valverde, que também atua no terceiro setor.

Na reunião da próxima terça-feira, participarão as instituições que se cadastraram e informaram o que precisam e o que podem oferecer na troca. Até a tarde da última quarta-feira, havia 12 instituições do terceiro setor cadastradas para participar do pregão.

Denise lembra que o Clube de Troca é uma manifestação da economia solidária, que complementa a economia formal com um sistema econômico mais orgânico, humano e sustentável, baseado na cooperação. A ideia das organizadoras do clube é que, no futuro, todas as instituições do terceiro setor possam trocar bens e serviços.

Serviço

Evento: Oficina do Clube de Trocas do 3º Setor

Data: 16 de junho

Local: Auditório da Aces, Edifício Michelini, Praça Costa Pereira, Vitória

Horário: das 8h30 às 12

Informações e inscrições: clubedetrocas2009@gmail.com

Troca

É o nome que se dá, em vários países da América Latina, às transações entre produtores e consumidores que não usam dinheiro oficial e, quando necessário, utilizam uma moeda social. No passado, a troca direta de produtos e de serviços era a principal forma de intercâmbio entre pessoas, famílias e cidades.

A oferta e a demanda de serviços:

ES Unido Contra o Crime (Esucc)

Oferta

  • Troca de experiências de gestão administrativa e financeira
  • Disponibilizar instrumentos e ferramentas de gestão utilizada pela instituição

Demanda

  • Difusão e divulgação do projeto junto às demais comunidades envolvidas
  • Celebrar parcerias/convênio junto às entidades e/ou colaboradores comuns

Associação Semeart

Oferta

  • Prestação de serviços na área de construção e pintura
  • Roupas (infantil)
  • Calçados (infantil)

Demanda

  • Roupas (vestuário adulto)
  • Calçados (adulto)
  • Orientação jurídica
  • Apresentações culturais e aulas de artesanato

Associação Justiça Social (AJS)

Oferta

  • Mantimentos, lençol, fraldas
  • Roupas para bazar

Demanda

  • Cursos de artesanato e culinária
  • Peças produzidas nas oficinas de artesanato
  • Lanches para eventos
  • Peças teatrais para ilustração de eventos (dia das mães, Natal etc.)

Ateliê de ideias

Oferta

  • Contribuir na elaboração de projetos
  • Oferecer formação básica em economia solidária
  • 100 livros infanto-juvenis

Demanda

  • Experiência sobre o setor de comunicação, atualização de sites e elaboração de boletins eletrônicos
  • Idéias e práticas sobre captação de recursos como comercialização de produtos, eventos e outros

Instituto Sarça

Oferta

  • Apresentações culturais (teatro e coral com crianças e adolescentes)
  • Oficina de quilin (arte de enrolar papéis)
  • Livros que estão sendo substituídos na biblioteca comunitária

Demanda

  • Oficinas de artes para crianças e adolescentes

Cidade do Garoto

Oferta

  • Espaço físico para formações, lazer etc.

Demanda

  • Arquiteto e paisagista para fazer um projeto para a instituição

Fórum permanente da bacia do Rio Aribiri

Oferta

  • Palestras sobre economia solidária e meio ambiente;
  • Barracas para realização de feiras.

Demanda

  • (ainda não foi registrada)

Ação comunitária do espírito santo (ACE)

Oferta

  • Capacitação das áreas em que atuamos
  • Disponibilização do auditório e os equipamentos que compõem
  • Apresentações culturais

Demanda

  • Serviços de manutenção (marcenaria, hidráulico, pedreiro, eletricista, serviços gerais, pintor e outros) – Sede e Cepap Cariacica
  • Recepcionista, telefonista e diarista
  • Bebedouro, material de escritório, material para oficinas
  • Material de limpeza (geral)

Lar batista albertine meador

Oferta

  • Esclarecimento sobre procedimentos de prestação de contas, especialmente pública
    Espaço físico para atividades/ eventos (terraço amplo)
  • Máquinas de produção: máquinas de corte e vinco, de estampa de camisa

Demanda

  • Ideias para captação de recurso via fontes próprias (comercialização/ geração de renda)
    Alimentos, equipamentos, produtos de higiene pessoal, computador etc.

Fundação de assistência e amparo à velhice

Oferta

  • palestra e formação referente ao cidadão idoso
  • Captação de recurso via bazar e troca de experiência

Demanda

  • Conhecimento organizacional
  • Suporte técnico em elaboração de projetos
  • Regulamentação jurídica, financeira e administrativa

Associação de apoio e orientação à criança e ao adolescente

Oferta

  • Ainda não foi cadastrada

Demanda

  • Ainda não foi cadastrada

Centro de apoio aos direitos humanos

Oferta

  • Curso sobre Direitos Humanos, Ética, Direito (art. 5º da Constituição), Gênero, Criança/adolescente, Idoso, Movimentos Sociais etc.)

Demanda

  • Capacitação sobre convênios
  • Contabilidade Pública (prestação de contas)
  • Captação de Recursos

O Instituto Ação Empresarial pela Cidadania – PE, criou em 2005 o Projeto Central do Conhecimento.

CEntral do ConhecimentoA Central do Conhecimento Ação Empresarial é um rico banco de informações sistematizadas sobre as temáticas trabalhadas pelo Instituto AEC-PE como responsabilidade social empresarial, investimento social privado e cidadania, além de dar visibilidade às ações sociais desenvolvidas por organizações não-governamentais e empresas, com o objetivo de estimular o estabelecimento de parcerias entre os dois setores, dando visibilidade às ações na área social desenvolvidas por ambos.

Isto é feito por meio da disponibilização de um amplo Cadastro de ONGs e respectivas ações, do qual constam várias informações relevantes devidamente classificadas por áreas/temas de atuação (educação, juventude, geração de renda, meio ambiente, exploração sexual, entre outros), público atendido e respectivas localidades de atuação.

Da mesma forma, outro cadastro traz informações sobre empresas com atuação no Estado e respectivos projetos sociais, que também podem firmar parcerias com outros atores da sociedade e, principalmente, com o Terceiro Setor.

Acesse: http://www.centraldoconhecimento.org.br/

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s