Empresário encontra caminhos de apoio à inovação

INOVAÇÃO

Foco era o promissor mercado de alimentos: a farinha pode ser usada na fabricação de barras de cereais, pães e massas.

Como encontrar apoio para desenvolver e lançar produtos inovadores? Haroldo César, da Blazei Brasil, traçou um roteiro perfeito para criar novos produtos. A expertise ele adquiriu no período que trabalhou no projeto de cogumelos da Embrapa, instituição pública de pesquisa agropecuária.

Haroldo queria produzir farinhas e extratos a partir de cogumelos, fonte rica de proteínas e antioxidantes. O foco era o promissor mercado de alimentos: a farinha pode ser usada na fabricação de barras de cereais, pães e massas. “Lançar uma empresa e colocar um produto novo no mercado não é fácil. Por isso buscamos ajuda no sistema de incubação do UNICEUB, Centro Universitário de Brasília, que tem apoio do SEBRAE”, conta o pesquisador.

Para conquistar fontes de financiamento, Haroldo fez um plano de negócio. “É muito interessante você estruturar a tua ideia, colocá-la no papel e mostrar a viabilidade econômica.” O empreendedor apresentou, então, a proposta para a Fundação de Apoio à Pesquisa (FAP) e para a Financiadora de Estudos e Projetos (FINEP). A ideia foi aceita e as entidades financiaram a pesquisa, que teve a aprovação da Agência Nacional de Vigilânica Sanitária (Anvisa).

Hoje, a Blazei Brasil se assemelha a um grande laboratório, com espaços de cultivo e secagem de cogumelos. “Chegamos a uma capacidade para uma tonelada e meia nesse momento.” A empresa fornece alimentos para outros negócios nacionais e internacionais. Também trabalha num projeto com a Embrapa, e assim devolve para a sociedade os recursos públicos que recebeu. “Estamos pensando em repassar a tecnologia que desenvolvemos para outros produtores”, conta Haroldo.

Fonte: Empresas e Negócios

Veja também
Mais informações sobre INOVAÇÃO:
  1. União Europeia investe em PMEs da América Latina
  2. Diretor-geral da PROTEC faz balanço da Lei de Inovação
  3. PPPs da saúde gerarão economia anual de R$ 160 milhões
  4. Propriedade industrial: Universidade inova mais
  5. Mais de 490 empresas gaúchas inscrevem-se no Inova RS
  6. Laboratório de nanotecnologia pesquisa plásticos biodegradáveis
  7. Tecpar investe R$ 14 milhões em reestruturação tecnológica
  8. Fundação Certi recebe R$ 6 mi para montar Centro de Referência
  9. Santa Catarina bate o martelo para a Inovação
  10. Resultado da Primeira fase do PRIME Pernambuco seleciona 79 empresas
  11. Inovação tecnológica terá linha de crédito com juro de 1% ao ano
  12. PROTEC lança livro que ensina a elaborar projetos de inovação
  13. Financiamento de R$ 200 mil a empresas inovadoras
  14. Sem inovação, Brasil corre risco de “apagão tecnológico”
Logomarca Cysneiros e Consultores Associados
Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s