Twitter tem 11 mil aplicações de terceiro


twitter

Aplicações em desenvolvimento e produção mostram potencial de receita do microblog, mas Facebook tem quase 5 vezes mais aplicativos.

O microblog Twitter registra mais de 11 mil aplicações adicionais, em desenvolvimento e produção, afirmou o principal executivo da empresa, Evan Willians, no sábado (4/7) pelo próprio Twitter.

De acordo com uma nota do site de tecnologia Silicon Aley Insider, o volume de aplicações mostra a força do microblog e sinaliza diversos caminhos para geração de receita, já que a maioria das aplicações é desenvolvida por empresas.

O volume de aplicativos do Twitter ainda é pequeno se comparado às 52 mil aplicações desenvolvidas para a rede social Facebook, que vem criando ferramentas para concorrer com o Twitter.

De acordo com o Facebook, mensalmente, 70% dos usuários da rede social aderem a uma plataforma de aplicações e mais de 100 aplicativos contam com uma base superior a 1 milhão de usuários ativos. Além disso, 10 mil sites implantaram a ferramenta Facebook Connect desde seu lançamento em dezembro de 2008.

HP lança notebook com tela multitouch

Modelo tablet Touchsmart TX2 possui disco rígido de 250 GB e deve custar R$ 4 mil.

A HP apresentou nesta segunda feira (6/7) o tablet TX2, notebook com tela multitouch – sensível ao toque – de 12,1 polegadas e caneta digital para manuseá-la. O display do notebook é móvel, o que permite posicioná-lo em diferentes ângulos.

Com 3 GB de memória e disco rígido de 250 GB, o TX2 está equipado com processador dual core AMD Turion X2 e Windows Vista Home Premium.

O equipamento tem bluetooth, conexão wireless e gravador de DVD com tecnologia LightScribe – que escreve na superfície do disco – mas a webcam é VGA. Destaque ainda para um minicontrole remoto e um leitor biométrico de impressão digital.

O tablet já é oferecido no mercado brasileiro pelo preço sugerido de quatro mil reais.

Jockipedia reúne, ao estilo Wikipedia, páginas com links sobre atletas

Proposta da enciclopédia esportiva é oferecer links oficiais para blogs, perfis no Twitter e rede sociais de atletas do mundo todo.

Esta semana, os fãs de atletas ganharam uma nova fonte de informações para encontrar seus ídolos online, a Jockipedia. A enciclopédia esportiva aponta os links oficiais das páginas de astros dos esportes.

A Jockipedia promete apontar os sites verdadeiros – como perfil no Twitter, blog e páginas em redes sociais como Facebook e MySpace. Além disso, o site ainda mostra links para canais de vídeo e galerias de fotos oficiais, além do site pessoal do atleta.

O serviço se compara à Wikipedia pela sua proposta colaborativa, já que permite a qualquer internauta a criação de páginas sobre um atleta. Os usuários – ou o próprio jogador referenciado – podem também editar informações incorretas.

Na página do atleta, o usuário vê, à direita, um quadro com seu nome completo, qual esporte pratica e de qual time é. À esquerda fica uma foto e, no centro do espaço, os links para encontrar o esportista em qualquer serviço. Quem quiser pode ainda acompanhar os tweets da pessoa na mesma página da Jockipedia.

Pai do Netscape cria fundo de investimento para empresas de tecnologia

Marc Andreessen, co-fundador da Netscape, contam com US$ 300 milhões para investir em empresas de tecnologia no Vale do Silício.

Marc Andreessen, co-fundador da Netscape, empresa responsável pela popularização do browser, anunciou nesta segunda-feira (6/7) a abertura de um novo fundo de investimentos de 300 milhões de dólares para empresas de tecnologia, informa uma notícia do jornal The New York Times.

O novo fundo chamado Andreessen Horowitz, criado por Andreessen ao lado de Ben Horowitz, parceiro de negócios de longa data, vai investir pequenas somas (até 50 mil dólares) em novas ideias.

Se os investimentos forem bem-sucedidos, em uma segunda etapa, o fundo vai investir 50 milhões de dólares para expandir as empresas globalmente. A operação será localizada na região de Menlo Park, na Califórnia, sede das principais empresas de investimentos de tecnologia.

O Andreessen Horowitz tem interesse em empresas como a rede social Facebook, na qual Andreessen é um dos diretores. A  rede social teve início em 2004 com um capital de 500 mil dólares e, desde então, levantou 600 milhões de dólares.

A maioria das empresas que receberão aportes da Andreessen Horowitz será do Vale do Silício, disse Andreessen. O movimento é pouco comum atualmente, já que a maior parte dos fundos prefere investir em empresas da China, Índia e outros países.

O grupo vai investir somente em empresas de tecnologia da informação, disse Andreessen, o que é outra raridade atualmente. No lugar de apostar em empresas de biotecnologia e energias renováveis, a Andreessen Horowitz vai investir em empresas recentes das áreas de redes e armazenamento de dados, serviços de internet de consumo, eletrônicos e computação em nuvem.

Andreessen e Horowitz já têm feito pequenos aportes em empresas de tecnologia há quatro anos. Eles investiram 4 milhões de dólares em 45 empresas, incluindo o microblog Twitter, o serviço Qik de publicação de vídeos online a partir de celulares e a Aliph, que fabrica o fone Bluetooth Jawbone.

Veja também

Mais informações sobre Redes Sociais:
  1. Três temas serão abordados em consultorias online nesta semana
  2. Saiba quem são as 10 pessoas mais importantes da internet
  3. Quase 29% dos brasileiros acessaram a internet em 2008, diz estudo
  4. Virtual Target integra Twitter as ações de email marketing
  5. Bing adiciona posts do Twitter em buscas
  6. Redes sociais invadem o mundo corporativo
  7. Redes sociais no mundo
  8. Lifestreaming: Será que os blogs estão com os dias contados?
  9. Nova lei eleitoral permite blogs e redes sociais, mas restringe publicidade
  10. Redes sociais são estratégicas na busca de clientes
  11. Dell afirma ter faturado US$ 3 milhões com conta no Twitter
  12. Twitter é usado como “arma” Social
  13. Era ‘pontocom’ faz 20 anos
  14. Inovação: Construtora vende por R$ 500 mil 1º apartamento pelo Twitter
  15. Wave quer agregar dados na web
  16. Tempo gasto em redes sociais nos EUA quase dobra em um ano
  17. Qual melhor tipo de Blog para sua empresa?
  18. Internet2 via satélite
  19. Como ganhar dinheiro com o Twitter?
  20. A Web 2.0 somos nós
Logomarca Cysneiros e Consultores Associados

Lei do SAC: setor de telefonia é o campeão de reclamações, diz Procon-SP


call

Operadoras foram alvo de 3.398 reclamações do total de 5.154 registradas do dia 1º de dezembro até esta segunda-feira (6/7).

O setor de telefonia foi o campeão de reclamações sobre o descumprimento das novas regras do call center nos últimos sete meses, informou o órgão de defesa do consumidor, Procon-SP nesta segunda-feira (6/7).

Desde 1º de dezembro, quando começaram a valer novas regras de atendimento telefônico para setores regulados pelo poder público federal, até hoje o site do Procon recebeu um total de 5.154 denúncias de consumidores, sendo 3.398 destinadas ao setor de telefonia.

O segmento de TV por assinatura ficou em segundo lugar entre os que mais receberam reclamações sobre o não cumprimento das regras do call center, com 433 denúncias. Em terceiro, as administradoras de cartões de crédito receberam 389 denúncias pelo ‘Questionário sobre SAC de Fornecedores‘, disponível na página principal do site do Procon-SP.

Veja abaixo a lista completa de reclamações sobre a lei do SAC:
(Setor – Número de denúncias)

1 – Telefonia – 3.398
2 – TV por Assinatura – 433
3 – Administradoras de cartões – 389
4 – Bancos – 279
5 – Planos de Saúde – 256
6 – Financeiras – 200
7 – Aviação 147
8 – Energia Elétrica – 52

As reclamações são analisadas pela diretoria de fiscalização do Procon-SP e as empresas que descumprirem as regras serão autuadas e responderão a processo administrativo na Fundação Procon-SP. A multa pelo descumprimento das regras pode variar de 212 reais a 3,2 milhões de reais, dependendo de fatores como gravidade e quantidade de infrações cometidas e com a condição econômica do infrator.

O órgão ainda não informou quantas empresas foram efetivamente multadas pelo descumprimento das novas regras. Entre as mudanças nas novas regras do call center está a exigência de que o cliente tenha a opção de falar com um atendente e cancelar serviços entre as primeiras alternativas do menu eletrônico e de que o usuário não tenha mais que digitar dados – como número de conta, CPF ou RG – para ser atendido.

Empreendedor individual recebe licença imediata


Empreendedor Individual EI MICRO

Se a prefeitura não se posicionar em até 180 dias, o documento vira alvará definitivo.

Quem se formalizar como Empreendedor Individual, além dos registros no CNPJ, na Junta Comercial e na Previdência Social, também terá licença especial da prefeitura para funcionamento imediato. Mas para isso terá que assinar o Termo de Ciência e Responsabilidade, com efeito de Alvará de Licença de Funcionamento Provisório, a ser enviado para a Junta Comercial.

Se a prefeitura não se posicionar em até 180 dias, o documento vira alvará definitivo. Porém se forem detectados problemas, a prefeitura pode cancelar o registro de Empreendedor Individual. “Para evitar qualquer problema, o melhor é que, antes de efetivarem seus registros, os empreendedores procurem a prefeitura para saber se suas atividades estão dentro das normas municipais e, se não estiverem, saber como adequá-las”, orienta o gerente de Políticas Públicas do Sebrae, Bruno Quick.

Empreendedor Individual é a figura jurídica criada pela Lei Complementar 128/08, que entra em vigor nesta quarta-feira (1º) e que facilita a formalização de empreendedores informais que exercem atividades como manicures, costureiras, salgadeiras, pipoqueiros, chaveiros e eletricistas. O registro desses empreendedores será feito de graça, pela internet, no endereço www.portaldoempreendedor.gov.br e a previsão é que ele esteja formalizado em até 30 minutos.

Entre os benefícios, terão direito à aposentadoria e licença-maternidade, pagando até R$ 57,15 mensais. “Se fosse se registrar como empresa eles pagariam, em média, R$ 250 mensais e se fosse como autônomo o gasto seria de aproximados R$ 300”, exemplifica o diretor-técnico do Sebrae, Luiz Carlos Barboza.

Veja também

Mais informações sobre Empreendedor Individual (EI):
  1. Portal do Empreendedor limita cadastro a moradores do Distrito Federal
  2. Micro empreendedor Individual inscrições pela internet
  3. Passo a passo da formalização do Empreendedor Individual
  4. Brasil entra na era da abertura de empresas pela internet
  5. Empreendedor Individual (EI): FAQ tire todas suas dúvidas
  6. Como legalizar seu negócio e pagar menos INSS
  7. Governo autoriza Fundo Garantidor para micro e pequenas empresas
  8. Empreendedor individual tem chance de se regularizar junto ao INSS
  9. Pequena empresa se une para obter crédito
  10. BB amplia crédito para micro e pequena empresa
  11. EI – Empreendedor Individual – Tire todas suas dúvidas de como se legalizar
Logomarca Cysneiros e Consultores Associados

Banda larga via rede elétrica


Banda larga via rede elétrica

Texto do regulamento está em análise pelo conselho diretor da Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel).

Ainda este mês, a Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) deverá aprovar a resolução que permitirá a oferta de serviços de internet pela rede elétrica, por meio da tecnologia Power Line Communications (PLC).

De acordo com o documento, que está sob análise do conselho diretor da Aneel desde maio, as empresas distribuidoras de energia elétrica não poderão prover acesso à internet por meio de suas redes. Elas deverão alugar a infraestrutura para que outra companhia preste o serviço.

Caso a distribuidora tenha interesse em atuar no mercado com uma oferta do tipo, deverá criar uma subsidiária para explorar comercialmente o serviço. É o caso da AES Telecom, ligada à AES Eletropaulo, que está realizando testes com a tecnologia em São Paulo.

Em abril, a Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel) aprovou o regulamento do PLC. Com o aval da Aneel, abre-se caminho para que as primeiras ofertas do serviço sejam oferecidas ao mercado consumidor.

A decisão do conselho diretor da Aneel será tomada em reunião pública. Os diretores da agência se reúnem sempre às terças-feiras, na sede do órgão regulador, em Brasília (DF).

Opinião da Cysneiros Consultores:

Flammarion Cysneiros - CEO - ICOMUNI ConsultoriaPara Flammarion Cysneiros, diretor de Pesquisa e Desenvolvimento de Projetos da ICOMUNI Consultoria, as tendências e inovação no setor de TI têm impulsionado as empresas de tecnologia que tem a inovação como foco nos seus produtos e soluções.

A ICOMUNI atenderá inicialmente as demandas de empresas Pernambucanas dos projetos de TI de Banda larga via rede elétrica, e depois das demais empresas do Nordeste.

Mais informações sobre Tecnologia da Informação


  1. iPhone fica vulnerável a ataques após desbloqueio por usuário
  1. USB 3.0 chega ao mercado
  2. ‘Computação em nuvem’ impulsiona negócios na área de TI
  3. Empresas aderem ao Brazil-IT
  4. Mercado de tecnologia começará a se recuperar no 4º trimestre
  5. Smartphones: vendas crescerá quase 600% na América Latina até 2014
  6. Teclado comum X tela de toque, a inovação tem nome: “touchscreen”

  1. Números, pesquisas e estatísticas do mercado de tecnologia da informação.
  2. Boleto digital: bancos brasileiros investem R$ 77 milhões em projeto
  3. HTML 5 ameaça padrões web como Flash e Silverlight, dizem especialistas
  4. Tecnologia da informação pode acelerar implantação de projetos habitacionais
  5. IBM investirá US$ 100 milhões em pesquisa de tecnologias móveis
  6. Área de risco será foco dos investimentos em TI no setor financeiro
  7. Projetos de Tecnologia E-Gov
Logomarca Cysneiros e Consultores Associados

TopoBlog_ Flammarion

Três temas serão abordados em consultorias online nesta semana


Consultorias online

Integrando essa interatividade com informações de empreendedorismo, o Sebrae promove toda semana as consultorias online.

Atualmente, é incontestável a influência da internet no dia-a-dia das pessoas. Ela movimenta a comunicação e a informação através de correios eletrônicos, salas de bate-papo, programas de mensagens instantâneas, sites de relacionamentos e muitas outras opções. A rede coloca povos de todas as partes do planeta em contato sem que ninguém precise ao menos sair de casa.

Integrando essa interatividade com informações de empreendedorismo, o Sebrae promove toda semana as consultorias online. Para os próximos dias serão três temas diferentes. No dia 7 de julho, o consultor Eduardo Augusto Raslan vai falar com os participantes, das 16 às 17h e das 20 às 21h, sobre o atual momento econômico e o crédito no mercado, no chat “Financiamentos e Crise: O que fazer?”.

Já no dia 8 de julho, a consultoria “O design como ferramenta estratégica da sua empresa”, com Alexandre Ricartes Guimarães, vai discutir a importância das questões de imagem para as marcas e empreendimentos. No dia 9, será a vez de falar de network na vida profissional. O consultor Josué Rodrigues Júnior vai tirar dúvidas sobre os relacionamentos empresariais durante o chat “Sua rede de relacionamento empresarial”. Os dois bate-papos acontecem das 16 às 17h.

Inovação na rede

Desde o início do ano já foram realizados aproximadamente 50 chats com temas diferentes. O empresário José Roberto Barcelos Jr., que está sempre procurando por novidades, é participante assíduo das consultorias. “Essa é uma iniciativa muito interessante do Sebrae, os temas abordados são muito válidos e eu sempre anoto na minha agenda os horários dos bate-papos”, diz.

“Essa nova ferramenta que utilizamos começou como um teste e acabou se tornando uma opção útil para muita gente. Principalmente para quem não têm tempo de vir ao Sebrae. Além disso, estamos extrapolando fronteiras com a participação de várias pessoas de outros estados”, afirma o técnico do Sebrae, Wellington Vidaurre.

Serviço

A participação nas consultorias online é gratuita e os interessados devem acessar o site do Sebrae-MS, www.ms.sebrae.com.br, e efetuar um cadastro. A duração dos chats é de 60 minutos e o conteúdo fica disponível para posteriores consultas. Mais informações no telefone 0800 570 0800.

Opinião da Cysneiros Consultores:

Flammarion Cysneiros - CEO - ICOMUNI ConsultoriaPara Flammarion Cysneiros, diretor de Pesquisa e Desenvolvimento de Projetos da ICOMUNI Consultoria, a internet já está desmistificada e os serviços online crescem em ritmo mais acelerado. E o melhor com aprovação e adesão dos usuários.

“A ICOMUNI Consultoria empresa há mais de 5 anos no mercado, presta consultoria online através do blog Empreendedorismo e Inovação, basta acessar Consultoria Online

Veja também

Mais informações sobre Redes Sociais:
  1. Saiba quem são as 10 pessoas mais importantes da internet
  2. Quase 29% dos brasileiros acessaram a internet em 2008, diz estudo
  3. Virtual Target integra Twitter as ações de email marketing
  4. Bing adiciona posts do Twitter em buscas
  5. Redes sociais invadem o mundo corporativo
  6. Redes sociais no mundo
  7. Lifestreaming: Será que os blogs estão com os dias contados?
  8. Nova lei eleitoral permite blogs e redes sociais, mas restringe publicidade
  9. Redes sociais são estratégicas na busca de clientes
  10. Dell afirma ter faturado US$ 3 milhões com conta no Twitter
  11. Twitter é usado como “arma” Social
  12. Era ‘pontocom’ faz 20 anos
  13. Inovação: Construtora vende por R$ 500 mil 1º apartamento pelo Twitter
  14. Wave quer agregar dados na web
  15. Tempo gasto em redes sociais nos EUA quase dobra em um ano
  16. Qual melhor tipo de Blog para sua empresa?
  17. Internet2 via satélite
  18. Como ganhar dinheiro com o Twitter?
  19. A Web 2.0 somos nós
Logomarca Cysneiros e Consultores Associados

Divã do Empreendedor


Divã do Empreendedor 01

Conquiste os internautas!

Desenvolvi um site para venda de produtos artesanais que confecciono. Quais estratégias devo adotar na sua divulgação?

Embora você possa pensar que a parte mais difícil em uma empresa online seja o planejamento e o desenvolvimento do site, ao fazer isso, apenas metade do caminho terá sido percorrido. Você ainda tem de fazer com que as pessoas visitem o site e, como se não bastasse, também terá de convencê-las a comprar, considerando que a finalidade do site seja vender algo. Veja abaixo algumas estratégias para direcionar o tráfego em um site.

Ofereça conteúdo diferenciado. Para tornar seu espaço virtual atrativo, ele deve ter algum diferencial, algo que os visitantes não encontrem em outros lugares. É importante manter o espaço sempre atualizado, o que também incentiva o cliente a voltar.

Cadastre-se nos principais sites de busca. Pense como seus potenciais clientes procurariam seus produtos na internet e utilize essas palavras-chave em todos os cadastros que você realizar.

Invista em promoções e em brindes. Use esses artifícios para incentivar as pessoas a se cadastrarem no site e o indicarem. Alguns exemplos são vale-desconto, frete grátis e brindes na primeira compra.

Torne seu site uma referência. Visite grupos de notícias e torne-se especialista na sua área para promover o site de maneira sutil. Com isso, sua meta não é vender, mas se tornar uma referência ao fornecer informações úteis, que podem ser divulgadas por meio de um jornal eletrônico, por exemplo. Sua identificação de e-mail e outras informações de contato, nesse jornal, são o que vão trazer os clientes ao site e vender produtos e serviços.

Mídia espontânea. Gere artigos informativos relacionados ao assunto e os envie para boletins eletrônicos que atinjam seu mercado. Inclua as informações da sua empresa e o endereço do site nos dados biográficos.

Promover um site na internet é uma atividade que exige grande dedicação. Ao contrário de uma loja presencial, onde um bom ponto de venda pode fazer a diferença, na internet, é preciso pensar em como tornar o endereço conhecido e fazer com que o visitante volte sempre.

O guia do RH eficiente

Recentemente, tive a oportunidade de prestar consultoria para um órgão público e um dos pontos-chave foi a definição de quais resultados são esperados do setor de recursos humanos e como avaliá-los. Para isso, construímos alguns indicadores que serão utilizados na gestão da área a fim de acompanhar se as ações implementadas estão gerando os resultados desejados. Esses indicadores podem ser utilizados por qualquer empresa ou órgão público. Veja alguns exemplos:

Horas extras. Esse indicador pode demonstrar, por exemplo, se o número de funcionários está abaixo do necessário, causando um alto índice de trabalho além do expediente. Seu cálculo é a relação entre a quantidade de horas extras, independentemente do pagamento ou da acumulação em banco de horas, dividida pelo total de horas trabalhadas.
Índice de reclamações trabalhistas. Uma empresa com bom resultado nesse indicador demonstra uma política de respeito aos direitos de seus funcionários. Seu cálculo é a relação entre o número de reclamações trabalhistas acumuladas nos últimos 12 meses dividido pelo número de funcionários desligados no mesmo período.

Rotatividade de pessoal. O cálculo do índice de rotatividade de pessoal é baseado no volume de entrada e saída de funcionários em relação aos recursos humanos disponíveis em certa área da empresa, dentro de certo período de tempo. Um alto índice de rotatividade pode demonstrar diversos problemas, como chefes que não sabem se relacionar com funcionários, ambiente de trabalho inadequado ou política salarial abaixo da média do mercado.
Absenteísmo. É a relação do grau de ausência ao trabalho dividido pelo número total de horas trabalhadas. Considere as ausências ao trabalho de dias inteiros dos empregados ativos e até no máximo 15 dias para os casos de auxílio-doença e acidente de trabalho.

Custo médio de treinamento. Essa informação demonstra o valor médio investido em treinamento por funcionário. Seu cálculo é a relação do valor gasto com treinamento dividido pelo número de pessoas que trabalham na empresa, considerando treinamento externo e interno e incluindo despesas de viagens.

Esses são alguns dos indicadores que poderão ajudá-lo na identificação dos problemas enfrentados pelo setor de recursos humanos da sua empresa. Por meio deles, é possível identificar as causas, quais estratégias devem ser desenvolvidas e como acompanhar seus resultados.

Fonte: Correio Brasiliense

Veja também

Mais informações sobre Redes Sociais:
  1. Sociedades de medicina investem em sites oficiais
  2. Saiba quem são as 10 pessoas mais importantes da internet
  3. Quase 29% dos brasileiros acessaram a internet em 2008, diz estudo
  4. Virtual Target integra Twitter as ações de email marketing
  5. Bing adiciona posts do Twitter em buscas
  6. Redes sociais invadem o mundo corporativo
  7. Redes sociais no mundo
  8. Lifestreaming: Será que os blogs estão com os dias contados?
  9. Nova lei eleitoral permite blogs e redes sociais, mas restringe publicidade
  10. Redes sociais são estratégicas na busca de clientes
  11. Dell afirma ter faturado US$ 3 milhões com conta no Twitter
  12. Twitter é usado como “arma” Social
  13. Era ‘pontocom’ faz 20 anos
  14. Inovação: Construtora vende por R$ 500 mil 1º apartamento pelo Twitter
  15. Wave quer agregar dados na web
  16. Tempo gasto em redes sociais nos EUA quase dobra em um ano
  17. Qual melhor tipo de Blog para sua empresa?
  18. Internet2 via satélite
  19. Como ganhar dinheiro com o Twitter?
  20. A Web 2.0 somos nós
Logomarca Cysneiros e Consultores Associados

Sociedades de medicina investem em sites oficiais


Sociedades de medicina

Objetivo é oferecer informação de qualidade para o público leigo e esclarecer sobre armadilhas na internet.

Desde 2000, o uso da internet no mundo cresceu 225%. São, pelo menos, 1,2 bilhão de internautas.

E saúde é um dos temas de maior interesse: dos 278 milhões de acessos diários a sites de busca no mundo, 12,5 milhões são sobre o tema. Mas dá para confiar no que aparece? Somente o tema hipertensão, por exemplo, tem quase um milhão de páginas. Se para os médicos é difícil saber o que é confiável na rede, imagina para o paciente.

Preocupadas com isso, sociedades médicas brasileiras têm investido em links para leigos.

A ideia é evitar que leigos entrem em sites sem credibilidade.

Os médicos deveriam orientar os pacientes, indicando endereços de referência, diz Rubens de Fraga Jr, presidente do departamento de informática da Sociedade Brasileira de Geriatria e Gerontologia.

Um bom exemplo de especialidade que se preocupa em oferecer informações corretas na web é a Sociedade Brasileira de Urologia (SBU). Nessa área há grande chance de o indivíduo ser ludibriado. Na rede há dezenas de sites com propagandas de alongamento peniano e promessas milagrosas para tratar disfunção erétil.

Pacientes não devem deixar de procurar um médico

O portal da SBU tem página dedicada ao público, com a seção “Urologia de A a Z”, que traz definições de doenças; a Rádio SBU e a TV SBU, que entrevista especialistas sobre temas como, por exemplo, disfunção erétil e câncer de pênis.

O número de acessos diários é de 920 e a média mensal chega a 27 mil.

— Comunicação em saúde é fraca no Brasil. Na TV aberta não há bons programas nessa área. Nas rádios são poucos — diz o urologista José Carlos de Almeida, presidente da SBU.

— No link para o leigo, o site da SBU é estritamente educativo, não vendemos tratamentos e medicamentos.

Mas o crescimento do número de sites de saúde também é motivo de preocupação. Ainda em 2001 o Conselho Regional de Medicina de São Paulo (Cremesp) emitiu resolução tratando do assunto. O perigo é a pessoa se contentar com a informação do portal e não procurar o médico. Ou cair em arapucas, especialmente quando se fala de sexualidade e emagrecimento.

Aliás, perda peso é um dos campeões de audiência. Há sites que vendem tratamentos milagrosos, que até emagrecem, mas também matam. Para se informar com segurança, uma opção é visitar o site da Sociedade Brasileira de Endocrinologia e Metabologia (SBEM). No endereço, há dicas de como cuidar da saúde (incluindo dietas, guia de alimentação para crianças e cálculo de índice de massa corpórea) e busca de médicos. São, em média, de 5 mil a 6 mil page views por dia.

— É uma forma de passar informação atualizada e de fontes seguras — diz Ruy Lyra, presidente da comissão de comunicação social da SBEM.

Também a Sociedade Brasileira de Dermatologia (SBD) fez grande investimento financeiro no site (a visitação média é de 100 mil por mês) para melhorar seu conteúdo e manter as informações atualizadas.

— Nosso site é bom para os leigos e os médicos. Oferecemos treinamentos e atualizações online — diz Omar Lupi, presidente da SBD.

Ele afirma que o médico precisa estar atento na hora de explicar algo ao seu paciente.

Isso porque existem doenças com nomes parecidos ou iguais, com diferentes sintomas.

Às vezes o paciente vai ao “Dr. Google” e acha que tem um problema muito maior do que ele tem realmente: — Os médicos têm que orientar como fazer buscas online. Há sites onde a intenção é boa, mas as informações são equivocadas ou os profissionais estão desatualizados.

O cardiologista João Manoel Rossi, diretor de tecnologia da informação da Sociedade Brasileira de Cardiologia, diz que o site da especialidade segue as normas do Conselho Federal de Medicina.

— Das ferramentas, as mais procuradas são a “Coração Online”, onde os leitores enviam perguntas, as receitas saudáveis e o “Selo de Aprovação”, seção que indicamos os produtos industrializados que não fazem mal ao coração. O usuário não é medicado nem recebe diagnóstico online. Isto é contra a lei. Não se pode receitar ou diagnosticar sem examinar um paciente.

O maior problema, diz Rossi, é a qualidade da informação, nem sempre confiável e, muitas vezes, mercadológica: — Meu conselho é procurar sites de entidades conhecidas e que passem credibilidade, como o acesso a portais idôneos.

Só para ter uma ideia, temos dez profissionais trabalhando para o nosso portal.

Urologia: www.sbu.org.br.

  • Link para TV e Rádio SBU.


Endocrinologia
: www.endocrino.org.br.

  • Obesidade, osteoporose, tireoide e tudo sobre diabetes.

Dermatologia: www.sbd.org.br.

  • Dicas para cuidar da pele, vídeos e seção para crianças.

Cardiologia: www.cardiol.br.

  • Selo de aprovação e tudo para ter um coração saudável.

Cirurgia plástica: www.cirurgiaplastica.org.br.

  • Traz uma cartilha virtual com os tratamentos.

Opinião da Cysneiros Consultores:

Flammarion Cysneiros - CEO - ICOMUNI ConsultoriaPara Flammarion Cysneiros, diretor de Pesquisa e Desenvolvimento de Projetos da ICOMUNI Consultoria, as Redes Sociais tais como twitter, youtube, orkut, facebook, etc, já são realidade e têm despertado cada vez mais a atenção do mundo corporativo. A microsoft deu uma cartada estratégica ao indexar em realtime o twitter algo que o google não faz.

“A ICOMUNI Consultoria empresa há mais de 5 anos no mercado, presta consultoria em marketing social 2.0, tem observado um crescente aumento da demanda do mundo corporativo interessado nessas novas estratégias de MKT 2.0”

Veja também

Mais informações sobre Redes Sociais:
  1. Saiba quem são as 10 pessoas mais importantes da internet
  2. Quase 29% dos brasileiros acessaram a internet em 2008, diz estudo
  3. Virtual Target integra Twitter as ações de email marketing
  4. Bing adiciona posts do Twitter em buscas
  5. Redes sociais invadem o mundo corporativo
  6. Redes sociais no mundo
  7. Lifestreaming: Será que os blogs estão com os dias contados?
  8. Nova lei eleitoral permite blogs e redes sociais, mas restringe publicidade
  9. Redes sociais são estratégicas na busca de clientes
  10. Dell afirma ter faturado US$ 3 milhões com conta no Twitter
  11. Twitter é usado como “arma” Social
  12. Era ‘pontocom’ faz 20 anos
  13. Inovação: Construtora vende por R$ 500 mil 1º apartamento pelo Twitter
  14. Wave quer agregar dados na web
  15. Tempo gasto em redes sociais nos EUA quase dobra em um ano
  16. Qual melhor tipo de Blog para sua empresa?
  17. Internet2 via satélite
  18. Como ganhar dinheiro com o Twitter?
  19. A Web 2.0 somos nós
Logomarca Cysneiros e Consultores Associados