BNDES amplia crédito para inovação

Cartao BNDS

A política de incentivo a investimentos em inovação tecnológica do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico (BNDES) será estendida, a partir de agosto, às pequenas e microempresas. A oferta será feita por meio do Cartão BNDES, que permitirá a aquisição de serviços como registro de patentes, transferência de conhecimento e desenvolvimento de produtos.

“Escolhemos o cartão como ferramenta para a inovação por conta de sua maior agilidade nas operações. Por ter seu funcionamento idêntico aos dos demais cartões do mercado, o limite de crédito é pré-aprovado e a transação é realizada na hora”, explica Ricardo Albano Dias Marques, gerente de Operações do Cartão BNDES.

Para colocar a nova linha na praça, o BNDES deu início na semana passada ao cadastramento das instituições que receberão o cartão como pagamento pelos seus serviços. “Nessa primeira etapa, estamos convidando cerca de 20 entidades. Nesse grupo estão, principalmente, universidades e institutos de pesquisa. Nosso objetivo, no entanto, é ampliar ao máximo essa rede de credenciados”, acrescenta Marques. A expectativa do BNDES é de que o cartão já esteja oferecendo a linha de inovação no início de agosto.

Criado em 2003 e com a base ultrapassando os 200 mil clientes, o Cartão BNDES tem limite de crédito de R$ 500 mil e é oferecido por intermédio de três bancos emissores: Banco do Brasil, Bradesco e Caixa Econômica Federal (CEF). Uma mesma empresa pode ter um cartão de cada uma das três instituições. A taxa de juros é de 1,5% ao mês, com a possibilidade de parcelamento em até 48 vezes. Podem solicitar o cartão empresas com faturamento anual de até R$ 60 milhões.

O gerente do BNDES lembra que, até o início deste ano, o cartão financiava apenas produtos. “A primeira abertura para serviços foi feita para o segmento de certificação”, diz Ricardo Albano. Hoje, entre prestadores de serviço e fornecedores de produtos, o banco já acumula 13 mil companhias autorizadas a receber o cartão como meio de pagamento.

Outra alternativa de uso do cartão será a contrapartida a investimentos públicos. “Muitas vezes, a empresa quer concorrer a uma linha na Financiadora de Estudos e Projetos (Finep), mas não tem a contrapartida de recursos próprios exigida. Com a abertura para a inovação tecnológica, o cartão também poderá ser usado para estas garantias”, acrescenta.

Ricardo Marques conta que, por conta da crise econômica, o cartão tem registrado aumento no número de transações e de volumes negociados. No acumulado de janeiro a junho deste ano, o produto já movimentou R$ 1,04 bilhão, montante 172% superior ao registrado em igual período de 2008.

Nos primeiros seis meses deste ano, foram realizadas 71.570 operações, ultrapassando a marca do ano passado, de 60 mil transações. “Uma das explicações seria o fato de o cartão ter um limite já aprovado. Em tempos de crédito mais escasso, as pequenas e microempresas sentiram muita dificuldade de obter financiamento.”

Opinião da Cysneiros Consultores:

Flammarion Cysneiros - CEO - ICOMUNI ConsultoriaPara Flammarion Cysneiros, diretor de Pesquisa e Desenvolvimento de Projetos da ICOMUNI Consultoria, as ações do BNDES de estímulo à inovação impulsionará o crescimento de PIB do Brasil no mínimo para os próximos 5 anos.

A ICOMUNI Consultoria em Tecnologia da Informação e Inovação atua em projetos de novos modelos de negócio Mobile com integração entre sistemas E-business, E-Commerce e TV Digital.

Contato: inovacao@icomuni.com.br

Mais informações sobre Tecnologia da Informação e inovação:
  1. INOVAÇÃO
  2. Banda larga via rede elétrica
  3. iPhone fica vulnerável a ataques após desbloqueio por usuário
  4. USB 3.0 chega ao mercado
  5. ‘Computação em nuvem’ impulsiona negócios na área de TI
  6. Empresas aderem ao Brazil-IT
  7. Mercado de tecnologia começará a se recuperar no 4º trimestre
  8. Smartphones: vendas crescerá quase 600% na América Latina até 2014
  9. Teclado comum X tela de toque, a inovação tem nome: “touchscreen”Números, pesquisas e estatísticas do mercado de tecnologia da informação.
  10. Boleto digital: bancos brasileiros investem R$ 77 milhões em projeto
  11. HTML 5 ameaça padrões web como Flash e Silverlight, dizem especialistas
  12. Tecnologia da informação pode acelerar implantação de projetos habitacionais
  13. IBM investirá US$ 100 milhões em pesquisa de tecnologias móveis
  14. Área de risco será foco dos investimentos em TI no setor financeiro
  15. Projetos de Tecnologia E-Gov
Logomarca Cysneiros e Consultores Associados

TopoBlog_ Flammarion

Anúncios

2 comentários sobre “BNDES amplia crédito para inovação

  1. JOZINALDO ARAGAO SANTOS disse:

    COMO MICROEMPREENDEDOR INDIVIDUAL
    COMERCIO VAREGISTA E PRESTAÇÃO DE SERVIÇO.
    QUE DEVO FAZER PARA ADQUIRIR UM CARTÃO BNDS E QUAL O DIFERENCIAL EM VANTAGENS COMO MICROEMPRENDEDOR

    Curtir

  2. JOZINALDO ARAGAO SANTOS disse:

    COMO MICROEMPREENDEDOR INDIVIDUAL
    COMERCIO VAREGISTA E PRESTAÇÃO DE SERVIÇO.
    QUE DEVO FAZER PARA ADQUIRIR UM CARTÃO BNDS E QUAL O DIFERENCIAL EM VANTAGENS COMO MICROEMPRENDEDOR
    aguardo resposta

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s