Capacitação para turismo em Pernambuco

 

Programa oferece cursos on-line gratuitos de inglês e espanhol para 80 mil profissionais do setor, de olho na preparação para a Copa 2014.

O ministro do Turismo, Luiz Barretto, lança hoje no Recife o programa Olá, Turista!, que oferecerá cursos on-line gratuitos de inglês e espanhol para 80 mil profissionais do setor em 2010. Além do Recife, o projeto ocorrerá no Rio de Janeiro, em Salvador, Manaus, Fortaleza e São Paulo; todas cidades-sedes da Copa do Mundo de 2014. Serão R$ 14 milhões para treinar trabalhadores das áreas de transporte, hotelaria, bares e restaurantes, entre outros setores da cadeia do turismo.

“É um curso padrão de 80 horas on-line gratuito. As inscrições vão ser feitas pelas entidades representativas do setor, como ABIH, Abrasel, Brastoa, Abav. O programa continua em 2011, numa segunda jornada”, explicou o ministro Luiz Barretto, em entrevista exclusiva por telefone ao Diario. De acordo com Barretto, não há limite de vagas por cidade. “O número de vagas por capital vai depender da mobilização e da agilidade das instituições na hora de cadastrar os trabalhadores”, disse.

As entidades têm até o fim de dezembro para se credenciarem junto ao Ministério do Turismo para inscreverem para o Olá, Turista!. O prazo para cadastrar os trabalhadores é de janeiro a março – quando as aulas terão início. O programa será feito através de um convênio com a Fundação Roberto Marinho, que segundo o ministro, contratou a mesma empresa responsável pelo treinamento dos trabalhadores chineses para as Olimpíadas de 2008.

As aulas poderão ser assistidas nos horários mais adequados aos trabalhadores, já que serão ministradas pela internet. Para quem não tiver acesso ao computador em casa e no trabalho, serão disponibilizados telecentros, onde o aluno poderá fazer o curso. As demais cidades-sedes da Copa de 2014 também serão incluídas no programa, através de outro convênio que deve ser firmado pelo Ministério. A meta é capacitar 310 mil trabalhadores até o ano da Copa.

“A gente recebe muito bem, é hospitaleiro, mas precisa dar ferramentas para quem trabalha no setor. O inglês e o espanhol são uma dessas ferramentas. Temos uma meta de investir R$ 440 milhões para treinar os profissionais em outras áreas”, apontou o ministro, destacando segurança alimentar, gestão empresarial para pequenas e médias empresas e capacitação para trabalhadores informais (ambulantes e barraqueiros).

“O importante é não pensar só na Copa. É uma grande oportunidade de melhorar o receptivo. Um trabalhador que fizer o curso básico de inglês, vai usar no dia a dia e futuramente fazer o nível mais avançado. O trabalho que prossegue nos próximos anos”.

Anúncios

3 comentários sobre “Capacitação para turismo em Pernambuco

  1. Andréia Gomes disse:

    Adorei essa ideia e gostaria muito de fazer ,pois é uma aréa que gosto
    o turísmo,mas não entendi como vão ser feitas as incriçães,espero que mim agudem pois nececito muito desse curso.Obrigada!!
    Andréia Gomes.

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s