Capacitação para o empreendedores da CEASA


Iniciativa começa em março e abrange 92 comerciantes.

Galpão de laranja será primeiro a ser beneficiado

A partir de março, 92 empreendedores do Galpão de laranja (6.2) da Central de Abastecimento Alimentar de Pernambuco (Ceasa) serão requalificados pelo Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas de Pernambuco (Sebrae/PE), que está investindo pouco mais de R$ 176 mil na iniciativa. De acordo com a diretora Técnica do Sebrae, Roberta Correia, o objetivo do Projeto de Requalificação é fortalecer os comerciantes do mercado varejista da central através de consultorias, cursos, palestras e workshops, visando à profissionalização da gestão empresarial no âmbito mercadológico e tecnológico.

Atualmente, as vendas de laranja representam 10% dos produtos comercializados na Ceasa. “Diagnosticamos os problemas dos empreendedores e elaboramos um plano para a capacitação que vai até novembro deste ano. Com isso, teremos maior competitividade”, explicou Roberta. A central conta com 34 galpões e o que comporta as laranjas – que recebe uma média de sete a nove toneladas da fruta por mês – foi indicado pela Associação dos Usuários e Comerciantes da Ceasa Recife (Assucere).

“Percebemos que havia maior necessidade neste setor em relação ao atendimento ao cliente, comercialização dos produtos, higienização e outros. Mas nossa ideia é inserir todos os galpões no projeto. O próximo deverá ser o que abriga mamão e melancia”, contou o presidente da associação, Edimilson Batista.

Desde 2007, a Ceasa vem investindo em mudanças na infraestrutura e logística. De acordo com o presidente da central, Romero Pontual, com recursos próprios, já se investiu cerca de R$ 6,2 milhões em segurança, limpeza, feira de orgânicos, Estação de Tratamento de Esgoto, anel viário e outros. “Para concluir o projeto de repaginação, encaminhamos ao Estado um projeto para captação de recursos orçado em R$ 11 milhões. A Ceasa entra com contrapartida de mais R$ 2 milhões. Temos fortes sinalizações positivas do governador para aprovação da proposta”, concluiu.

Fonte: Folha

Anúncios