Gestão do Conhecimento, precisamos dela?

A gestão do conhecimento é uma questão de cultura corporativa

“Impulso” entrevistou o Prof K. Norte

impulso: Como sempre utilizar o conhecimento do chefe da equipe, professor do Norte?

Norte: Há muito em desordem. Estudos mostram que apenas um em cada quatro empregados obter o feedback dos supervisores a respeito de que competências espera dele. Uma vez que é difícil transmitir o sucesso da empresa como um projeto fascinante, toda a equipe – e para motivar os funcionários a compartilhar conhecimentos.

Será que as empresas actualmente outras preocupações como a gestão do conhecimento?

Muitos líderes foco na sobrevivência, de fato, nas operações diárias, aquisição intensiva e redução de custos. Eles reconhecem, no entanto, que eles devem usar seus recursos de forma eficiente. Notadamente, isso se aplica aos recursos de conhecimento. são exemplos interessantes deste abundam, como mostrado, pelo menos não por nossa concorrência.

Quais as indústrias que estão em um sentido muito longe?

Os prestadores de serviços, como consultores ou engenheiros geralmente têm uma boa organização do conhecimento. Muitos, no entanto, difícil pensar sobre o projeto além de aprender com os projetos. Empresas de automóveis e fornecedores de concentrar seus esforços nos processos e melhoria contínua. Empresas I & D orientadas vai combinar seu conhecimento em centros de competência.

Como podemos facilmente identificar-se, quando uma empresa está, em termos de conhecimento?

Isto é o que eu considero a partir do resultado: Saiba o meu negócio de forma rápida e totalmente de clientes e concorrentes? A evolução tecnológica são sistematicamente monitorado? Geramos muitas idéias para novos produtos e melhorar os processos e implementá-las efi cientemente? Todos estes são indicadores para o uso profissional da informação e do conhecimento.

Que conselho você tem chefes que são inclinados para o assunto, mas evitam investimentos dispendiosos de TI?

gestão do conhecimento é sobretudo uma questão de cultura corporativa. A empresa organizou cerca de um ano, quatro cafés da manhã comum para cada 150 funcionários.Isso não custa muito, mas ele pode liberar um enorme potencial. Para discussões pessoal, eu recomendo as seguintes questões: O que você fez no ano passado para melhorar suas próprias habilidades? O que você fez para passar os conhecimentos aos colegas ou a âncora do sistema de informação? O que o senhor tem contribuído para o desenvolvimento de novos produtos e apresentou alguma sugestão?

O que podemos aprender com as pequenas empresas, o Grande?

Sistemática de desenvolvimento de recursos humanos.

E vice-versa?

Para este efeito, uma frase do lendário ex-chefe da General Electric, Jack Welch: “Queremos criar uma empresa com o corpo de uma grande empresa, mas a alma de uma empresa de pequeno porte – com curiosidade, vontade de partilhar e agir mais rápido.

download [458 KB], Wissensmanager_2005.pdf)

 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s