Imagem

Estado assegura aumento de recursos para ciência e tecnologia

Estado assegura aumento de recursos para ciência e tecnologia

De R$ 7,8 milhões para cerca de R$ 52 milhões. Esse foi o salto que teve o orçamento da Fundação de Amparo à Ciência e Tecnologia de Pernambuco (Facepe). Na sexta-feira (20/12), o governador Eduardo Campos sancionou a PEC 38, que garante 0,5% da arrecadação de impostos voltadas para a fundação. Além disso, o gestor anunciou uma série de outras medidas de incentivo à Ciência, Tecnologia e Inovação do Estado na ocasião.

Com o novo patamar de recursos, a Facepe – vinculada à Secretaria de Ciência e Tecnologia de Pernambuco – vai ampliar os investimentos em projetos de pesquisa realizados em instituições ou em empresas localizadas no Estado. Além disso, deve estender o número de bolsas e seu valor. “Prioridade não é tempo de discurso, mas a expressão do orçamento, que, nessa área, foi crescendo ao longo desses anos”, disse o governador.

Eduardo defendeu ainda os estímulos à inovação como garantia de um desenvolvimento mais equilibrado. “Temos uma tarefa estratégica que é a de pensar o Brasil no longo prazo. Todos os brasileiros sabem a importância de se fazer uma grande aposta no conhecimento, no papel da ciência e tecnologia, que deverá ser central para o Brasil responder ao desafio de melhorar sua produtividade e a qualidade de vida das pessoas”, afirmou.

A solenidade contou ainda com a assinatura de um decreto referente à política de incentivo à inovação industrial. A ação institui a obrigatoriedade de investimentos mínimos em projetos e atividades de pesquisa, desenvolvimento e inovação por parte do contribuinte do ICMS beneficiário dos programas de incentivo fiscal Prodepe, Prodinpe e Prodeauto.

Outra medida foi o Projeto de Lei para aumento do número de vagas de professores para à Universidade de Pernambuco (UPE). “Com essas ações, vamos conseguir apressar o passo na UPE. Já a lei de incentivo à inovação é inovadora, estimulando no investimento das empresas em inovação”, explicou o secretário de Ciência e Tecnologia, Marcelino Granja. “Só vamos sentir exatamente o que estamos fazendo daqui a uns 25 anos. Espero que essa decisão de hoje possa encantar muitos jovens a abraçar a ciência, a seguir em frente em suas carreiras acadêmicas”, destacou o governador.

com informações da Assessoria.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s