Encontro discute expansão de incubadoras no Centro-Oeste


erinco

Com a parceria do Sebrae em Goiás, a Associação Nacional de Entidades Promotoras de Empreendimentos Inovadores (Anprotec) e a Fundação de Desenvolvimento da Tecnologia (Funtec) realizam em Goiânia o 6º Encontro Regional de Incubadoras do Centro-Oeste (Erinco), nos dias 4 a 6 de junho.

Segundo a entidade organizadora do evento, o encontro deve promover a integração e a troca de experiências entre incubadoras de empresas do Centro-Oeste brasileiro, seus profissionais e instituições interessadas. Para a presidente da Rede Goiana de Inovação (RGI), Maria Inês Miranda, o Erinco é uma oportunidade para a apresentação de novos mecanismos para o desenvolvimento e a sustentabilidade das incubadoras.

“O evento associa-se à expansão das incubadoras no Centro-Oeste do País e suas estratégias junto aos mercados interno e externo”, explica a presidente, que estima receber aproximadas 150 pessoas, entre representantes de cerca de 40 incubadoras de empresas dos estados de Goiás, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul e do Distrito Federal, além de estudantes de administração de empresas de universidades e faculdades goianas.

Empreendedorismo

Maria Inês lembra que uma incubadora de empresas estimula o empreendedorismo, ao preparar e fortalecer micro e pequenas empresas (MPE) para sobreviver no mercado. “Uma incubadora pode oferecer apoio estratégico às MPEs durante os primeiros anos de existência, principalmente, tempo crucial para o progresso do empreendimento”, observa.

Segundo a Anprotec, as primeiras incubadoras de empresas no Brasil surgiram na década de 80, somando dez unidades em 1991. Atualmente, o País conta com cerca de 400 incubadoras em todo o território nacional. A associação registra as regiões Sul e Sudeste como líderes no número de incubadoras de empresas, com cerca de 130 unidades cada. Enquanto isso, o Nordeste e o Norte brasileiros apresentam cerca de 70 e 14 incubadoras, respectivamente.

Os dados da Anprotec mostram que 32% das unidades estão em municípios com menos de cem mil habitantes, e somente 25% em cidades com mais de um milhão de habitantes. Para a associação, 70% das empresas incubadas são de base tecnológica. A taxa de mortalidade gira em torno de 20%, ao longo de três anos.

Segundo Maria Inês, o principal objetivo de uma incubadora de empresas é reduzir a taxa de mortalidade das pequenas empresas, observando que, segundo números do Sebrae, mais da metade das MPE e médias empresas (56%) fecha suas portas até o terceiro ano de vida.

Fonte: Sebrae

Liderança e constância de propósitos

Incubadora do Cone Leste recebe projetos de novas empresas


Incubadora de Negócios do Cecompi

Podem participar também empresas iniciantes e inovadoras que buscam o apoio de uma incubadora para estabelecer-se e crescer

Agência Sebrae

A Incubadora de Negócios do Cecompi (Centro para Competitividade e Inovação do Cone Leste Paulista), apoiada pelo Escritório Regional do Sebrae-SP em São José dos Campos, está com 10 vagas abertas para projetos de novos empreendimentos nas áreas de eletrônica embarcada, saúde, tecnologia da informação e comunicação, tecnologias mecânicas e de serviços. Para participar do processo seletivo, é preciso que os empreendedores tenham um projeto inovador nessas áreas e que desejem abrir sua própria empresa. Podem participar também empresas iniciantes e inovadoras que buscam o apoio de uma incubadora para estabelecer-se e crescer.

As ideias, projetos ou empresas que forem aprovadas receberão apoio, como infraestrutura física para se instalar nas dependências da Incubadora, localizada no Parque Tecnológico da cidade, orientação para elaboração de plano de negócios e consultoria nas áreas jurídica, de marketing e de finanças. Os interessados devem buscar o edital disponível no site da incubadora (www.incubadoradenegocios.org.br) e providenciar a documentação solicitada até o dia 30 de maio.

Incubadoras

CecompiA Incubadora de Negócios do Cecompi foi inaugurada em 2005 e tem como parceiros a Prefeitura Municipal e o Sebrae-SP em São José dos Campos. O Sebrae-SP regional também apoia outras quatro incubadoras: Incubaero, Incubadora Univap-Revap, Incubadora da Universidade do Vale do Paraíba (Univap) e Incubadora de Jacareí. Em 2008, as empresas ligadas a estas incubadoras geraram 398 novos postos de trabalho e um faturamento de R$ 13,3 milhões. As incubadoras de empresas oferecem serviços especializados, consultoria e uma série de outros benefícios, como a intermediação com instituições de ensino e pesquisa, órgãos públicos e privados. Elas desempenham importante papel no fortalecimento e na estruturação dos micro e pequenos negócios, contribuindo, assim, para o sucesso do empreendimento.

No Brasil, as primeiras incubadoras começaram a ser estruturadas em 1988. Os dados mais recentes da Associação Nacional de Entidades Promotoras de Empreendimentos Inovadores (Anprotec), de dezembro de 2007, registram a existência de 393 incubadoras no País.

Programa de Pré Incubação INCUBATIC


logo incubatcO Programa INCUBATIC tem por objetivo pré-incubar empresas nascentes com projetos inovadores e viabilizá-los no mercado oferecendo suporte para gestão de negócios e administração organizacional.

Os empreendedores submetem um projeto para avaliação, onde são avaliados a viabilidade do projeto, e o perfil empreendedor dos sócios por um especialista.

Nesta avaliação tenta-se perceber o know-how técnico da equipe e o expertise para o segmento que o projeto visa atender.

Após a empresa ser pré-incubada, capacita-se para uma metodologia para gerenciamento de projetos ágeis SCRUM e PMI.

O programa de pré-incubação contempla também: capacitação em gestão e empreendedorismo; capacitação técnica para gerenciamento de projetos. A maior parte dos cursos e palestras são ministrados pelo Sebrae, como Gestão, Empreendedorismo e Liderança. Com relação a gerenciamento de projetos opta-se também pela metodologia SCRUM, muito difundida atualmente para empresas de Tecnologia da Informação.

Esse método visa o gerenciamento de projetos com agilidade e coletividade, onde o colaborador é seu próprio gerente sendo acompanhado pelo SCRUM MASTER (Supervisor).

O programa de Pré Incubação INCUBATIC, é operacionalizado pela ICOMUNI Consultorias e atualmente conta com 2 empresas pré-incubadas, a WEB360Graus e a Lupa Soluções Inovadoras.

Maiores informações pelo telefone: 81 3445-2956