Inaugurado Centro de Inovação Microsoft da PUC Minas


Centro de Inovação Microsoft

Parceria entre multinacional, universidade e empresa de TI mineira inaugura espaço para desenvolvimento de soluções tecnológicas, capacitação e treinamento para empresas.

O Centro de Inovação Microsoft da PUC  Minas foi inaugurado no dia 20/05, na unidade São Gabriel. O espaço é parceria entre a PUC Minas, que cede a infraestrutura, e a empresa de Bill Gates, que entra com as licenças de software, além da BHS, empresa de TI de Belo Horizonte (responsável por financiamentos). O Centro de Inovação Microsoft em BH é o primeiro em Minas Gerais. Treinamento para empresas, capacitação tecnológica e pesquisa científica serão as principais atividades, de acordo com o coordenador, professor Sandro Jerônimo de Almeida.

“Empresas que tiverem interesse nos serviços do centro poderão se beneficiar com programas de capacitação, provas de conceitos (estudo de viabilidade de novas tecnologias) e soluções tecnológicas”, diz Almeida. Ele acrescenta que está previsto um programa de apoio às empresas iniciantes na área de Tecnologia da Informação e Comunicação (TIC), no qual serão oferecidos treinamentos para capacitação profissional e apoio nas áreas de gestão e tecnologia.

A infraestrutura do centro comporta moderno laboratório de pesquisa, salas de treinamento, coordenação e reuniões. Ao todo, são 28 computadores à disposição de alunos, professores e profissionais das empresas da região. Um dos objetivos é aliar desenvolvimento de tecnologia e  pesquisa científica por meio de financiamento de bolsas de iniciação científica e de mestrado.

Poderão participar alunos de cursos de graduação em informática e áreas afins, além do mestrado em informática, oferecido pela PUC Minas na unidade São Gabriel. “São alunos dos cursos de jogos digitais, ciência da computação, sistemas de informação e engenharia de computação”, diz Almeida. Os Centros de Inovação Microsoft visam a aproximar empresas públicas e privadas, universidades, governos e associações para que seja possível acelerar o uso de novas tecnologias no país, promover ambiente favorável ao desenvolvimento tecnológico.

(Fonte: Estado de Minas – 21/05/2009)

MSN lança serviço que integra sites e localizadores GPS


A partir de agora, usuários de sites poderão enviar endereços e locais consultados a partir do computador diretamente para o seu GPS.

A Microsoft mantém seus investimentos no MSN. Na terça-feira (29/07), a companhia lançou uma API que permitirá que sites enviem informações para dispositivos de navegação GPS, como parte de uma expansão do serviço MSN Direct. Com o movimento, a  companhia amplia sua concorrência com a Nokia pelo mercado de convergência.

Com este serviço, o usuário de um site poderá enviar endereços e locais pesquisados a partir do computador diretamente para o seu GPS, sem ter que repetir a consulta.

O MSN Direct é um serviço digital baseado em ondas de rádio que envia informações do serviço MSN a aparelhos como relógios e eletrodomésticos e dispositivos com GPS. O serviço também permite que os usuários recebam alertas de novas mensagens recebidas no Windows Live Messenger e em breve deve começar a ganhar aplicações corporativas.

Presidente da Microsoft defende investimentos agressivos na Web


O presidente-executivo da Microsoft, Steve Ballmer, defendeu nesta quinta-feira que a companhia precisa fazer agressivos investimentos na sua divisão de Internet como forma de competir com o Google e afirmou que tais movimentos poderão impulsionar o valor da companhia ao longo do tempo.

Falando em um encontro anual de analistas de Wall Street na sede da companhia, Ballmer disse que os negócios online da empresa poderiam eventualmente gerar a maior parte do valor de mercado desta que é hoje a maior empresa de software do mundo.

“Nós temos uma oportunidade de criar, ao acompanhar este mundo onde tudo se torna digital, o que será certamente 40, 50, 60 por cento ou mais do nosso valor econômico total hoje”, disse Ballmer aos analistas.

O executivo afirmou que a estratégia de perseguir uma fusão total ou parcial com o Yahoo no ano passado refletiu a importância que os anúncios em serviços de busca na Internet ganharam.

“Boa parte das nossas discussões sobre o Yahoo envolve este ponto mais do que qualquer outro”, disse ele, acrescentando depois: “Esta é uma corrida de dois cavalos. Isso é o que define Microsoft e Google.”

Ballmer foi chamado a explicar a estratégia de Internet da Microsoft depois da companhia anunciar, um dia antes, que o chefe dessa divisão, Kevin Johnson, estava deixando a companhia para assumir o posto de presidente-executivo da Juniper Networks.