VoIP para micro e pequenas empresas

Estima-se que, na média, as empresas podem obter uma redução de até 60% na conta telefônica.Há algum tempo se discutem no mercado brasileiro os benefícios da voz sobre IP (protocolo de internet, ou simplesmente VoIP). Mas, somente agora a tecnologia vem sendo adotada em profusão em virtude da expansão da banda larga, da melhoria da qualidade da internet e da redução dos preços – que estão ficando cada vez mais competitivos. Como resultado dessa combinação de fatores, a expectativa é que até 2010 a venda de telefones IP supere a de linhas telefônicas convencionais no país

voip icomuni

Na redução dos custos com ligações a longa distância reside o grande apelo comercial desse tipo de telefonia. Isso tem despertado o interesse não apenas dos usuários domésticos, mas principalmente do segmento corporativo. A economia é possível porque o custo da chamada para outras localidades é o de tarifa local. Não por acaso boa parte dos projetos de instalação de PABX e ramais IP tem como objetivo a interligação com filiais e escritórios remotos.

Estima-se que, na média, as empresas podem obter uma redução de até 60% na conta telefônica. Mas esse índice corresponde apenas ao preço desembocado pelo tráfego de voz, alerta Huber Bernal Filho, diretor da consultoria Teleco. Além da tarifa, a empresa paga pela conexão da banda larga, o que normalmente não é não incluído como parte dos custos dos serviços de VoIP. Ele observa também que o preço da tarifa não é tão baixo quando se tratam de ligações para regiões onde há escassez de acessos em banda larga. “Não dá para garantir tarifa baixa para todos os destinos”, diz.

Uma das aplicações que ganha força no ambiente corporativo com a adoção do VoIP é extensão do ramal fixo para um aparelho móvel. Assim, o profissional ou executivo que está em locomoção, seja dentro da empresa ou fora dela, pode ter transferidas para o seu celular as ligações feitas para o seu ramal fixo, sem custo adicional. Para isso, é preciso que ele disponha de terminal móvel habilitado com tecnologia 3G.

VoipOutra vantagem para o segmento corporativo é a possibilidade de otimização dos recursos aplicados em telecomunicações. Além de utilizar rede de dados para trafegar voz, a adoção de um sistema de telefonia baseada em IP abre caminho para a implementação de outros serviços adicionais e até mesmo para ações de marketing. “As empresas também utilizam o serviço VoIP para facilitar a comunicação com alguns de seus clientes”, acrescenta Cláudio de Paula, CEO da Supercom Digital.

Com uma planta de telefonia baseada em grande parte na tecnologia TDM (Time Division Multiplexing), o Brasil é apontado como o país com maior potencial de crescimento do VoIP no mundo.

Ao lado do México concentra em torno de 70% das implantações atualmente em curso na América Latina, segundo Antonio Mariano, diretor de tecnologia da 3Com, um dos grandes fabricantes de atuam nessa área. A previsão é que este ano sejam aplicados US$ 500 milhões em projetos de VoIP na região.

O cenário que se desenha é bastante promissor. Especializada em soluções de TI, a Supercom Digital estima crescer em torno de 20% ao ano com a implantação de projetos de VoIP nas médias e grandes empresas. De acordo com o CEO da empresa, o ritmo das atividades só não será maior por causa do aumento da concorrência.

A Transit Telecom, operadora que tem outorga da Anatel em Serviço Telefônico Fixo Comutado (STFC) e Serviço de Comunicação Multimídia (SCM), planeja aumentar dos atuais 70 mil para 100 mil a base de clientes dos serviços que VoIP que oferece ao mercado corporativo: o VoIP Net, para grandes corporações; o Flash IP, destinado a condomínios comerciais, e o Fast VoIP, que atende as pequenas empresas. No serviço Flash IP, a operadora fornece de duas a oitos linhas e contabiliza uma base de 60 prédios na carteira.

O uvoip-mundosuário doméstico também faz parte do escopo da operadora graças a uma parceria firmada em 2006 com a Skype. De acordo com Jorge Noboru Nakamura, vice-presidente comercial, a Transit Telecom é a responsável pela terminação do tráfego do SkypeInTM na América do Sul, bem como pelo fornecimento do plano de numeração e pela cobrança do serviço no mercado brasileiro. A oferta de serviços VoIP representa atualmente 5% do faturamento da operadora e a meta de Nakamura é aumentar essa participação para 7% até o final do ano.

O serviço de VoIP faz parte também do portfólio de oferta das companhias telefônicas tradicionais. Só que a estratégia tem se concentrado no atendimento do mercado corporativo, como parte de um pacote que inclui telefonia, internet banda larga, interligação de sites, entre outros.

Anúncios

Um comentário sobre “VoIP para micro e pequenas empresas

  1. Antonio Sergio disse:

    Meu nome é Antonio Sergio e acho muito bom o andamento desse processo, ainda temos no Brasil em funcionamento o projeto Internet via tomaada queem pesquisas falam que ela atinge 100% a conexão entre usuarios. Seria uma ótima ideia se o projeto tomasse uma linha mais amplas,tipo Voip e a internet via tomada no meu ponto seria a revolução do ano.

    As prestadoras de telefonias inclusas nisso teriam mais capacidade do que tem agora ou até mesmo a Embratel. Se ela tomasse parte disso com absoluta certeza as outras não gostariam de ficar para tras.

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s