Social Media Week, em São Paulo.


 

Está em São Paulo?

O Social Media Week acontece de hoje até o dia 28 de setembro.
A participação é gratuita e serão discutidos temas como e-commerce e empreendedorismo de empresas que utilizaram o Facebook para inovar.

Participe!

Anúncios

TI na Web: PayPal, Expo GPS, Web 2.0, Imagine Cup 2009, Chrome


paypal-big

PayPal abrirá plataforma para desenvolvedores criarem aplicativos

Com as APIs do sistema de pagamentos online, será possível transferir dinheiro pela web por meio de transações personalizadas.

O sistema de pagamentos online PayPal abrirá sua plataforma para desenvolvedores, permitindo que eles criem aplicativos com várias opções para transferir dinheiro pela web, informou o eBay, dono do serviço, nesta quarta-feira (8/7).

O PayPal está desenvolvendo o que chama de Adaptive Payments Service, um conjunto de interfaces de programação de aplicações (APIs) que permite a troca de informações entre programas.

No dia 23 de julho, as APIs serão apresentadas na sede do PayPal, na Califórnia, Estados Unidos. “Acreditamos que a oferta de uma plataforma global de pagamentos abrirá possibilidades para os desenvolvedores inovarem e criarem receita”, diz o diretor de desenvolvimento de produtos do PayPal, Damon Houghland.

Um documento apresentado pelo blog TechCrunch aponta recursos como o pagamento paralelo. Com ele, um comprador envia apenas um pagamento, que pode ser dividido entre duas ou até seis pessoas. É diferente do pagamento em “corrente”, onde o contato é feito apenas com o primeiro receptor do dinheiro.

expogps

Expo GPS apresenta tendências das tecnologias de rastreamento em São Paulo

Congresso acontecerá entre os dias 21 e 23 de julho reunindo especialistas da área de localização, além de novos produtos e serviços.

As vantagens do uso de serviços ligados à geomobilidade serão apresentadas na segunda edição do Expo GPS,  congresso latino-americano de localização e rastreamento, realizado no Centro de Exposições Imigrantes, em São Paulo.

O evento é voltado para profissionais que atuam no mercado de mobilidade em geral e desejam se atualizar sobre as principais tendências em produtos e serviços da área.

O evento reunirá mais de 70 palestrantes e debatedores que vão trazer palestras como “soluções e proposições das tecnologias de rastreamento e monitoramento” e “trânsito e as novas soluções para navegação”. A programação completa está disponível no site do Expo GPS.

Os interessados em participar devem fazer as inscrições no site do Expo GPS. Quem se credenciar até o dia 17/7 pagará 600 reais – após esta data o valor será de 650 reais.

O Expo GPS acontece entre os dias 21 e 23 de julho, das 12h às 19h, no Centro de Convenções Imigrantes que fica na Rodovia dos Imigrantes, km.1,5, São Paulo – SP.

beta Web 2.0

A era do “beta” acabou

O termo “beta” é um ícone da era Web 2.0.

Tim O’Relly, que cunhou a expressão Web 2.0, escreveu que a nova fase da internet era um “eterno beta”.

Para quem não sabe, beta é uma palavra usado por profissionais de tecnologia para designar um produto que ainda não está pronto ou está em fase de testes pelos usuários.

Ouvi de uma executiva do Google, durante um evento de Web 2.0 em São Paulo, uma definição curiosa do termo. “A gente tem o privilégio de fazer as coisas mais ou menos”, disse ela, definindo “beta”.

O anúncio do Google de que está entrando na área de sistemas operacionais para competir com a Microsoft é mais um sinal de que não dá mais para fazer “as coisas mais ou menos”.

O próprio Google já está revendo a sua política. O status de beta foi retirado de seus principais serviços, como Gmail, Google Calendar, Google Docs, Google Talk, e Google Video for Business.

Antes, pressionado pelos fabricantes de computadores, foi obrigado a remover o beta do navegador de internet Chrome, que se recusam a instalar um browser considerado inacabado.

A aventura do Google na arena dos sistemas operacionais não é só o fim da era do beta. É o mais forte desafio contra a rival Microsoft.

Pouco a pouco, o Google foi lançando alternativas aos produtos da Microsoft. Primeiro foram aplicativos online, que competem contra o pacote de automação de escritório Office.

Depois, foi a vez de um sistema para celulares, batizado de Android. Em seguida, entrou no segmento de browsers com o Chrome.

Agora, quer roubar uma fatia do ainda lucrativo mercado de sistemas operacionais da Microsoft. Com isso, enterra de vez a era do beta e começa uma nova fase de competição no mercado de internet.

Será que o Google é a nova Microsoft?

Imagine Cup 2009

PE duas vezes campeão na Imagine Cup 2009

Equipes venceram competição, no Egito, em Desenvolvimento de Jogos e Interoperabilidade

Comemoração é o que não vai faltar no setor pernambucano de TI. As duas equipes que viajaram para o Egito para representar o Estado na final mundial da copa de softwares da Microsoft Imagine Cup 2009 venceram em suas categorias. O resultado da competição, cujo tema são as oito metas do milênio da Organização das Nações Unidas (ONU), saiu ontem.

O grupo Levv IT, de Edgar Figueiredo (UFPE), Victor Nascimento (Unibratec), Vinícius Ottoni (IFPE, antigo Cefet-PE) e Luciano Firmino (Unicap) levou o primeiro lugar na categoria Desenvolvimento de Jogos, com o game Choice. O jogo mistura raciocínio e desafios com o dinamismo do estilo arcade, e foi construído tendo como mentor o ganhador da Imagine Cup 2007 Diogo Burgos.

A outra taça é da equipe Proativa – que tem incubada de mesmo nome no Centro de Inovação Microsoft, da Escola Técnica Estadual Professor Agamenon Magalhães (Etepam). O grupo é composto pelos alunos Lucas Mello, João Paulo Oliveira, Amirton Chagas e Flávio Almeida, todos do Centro de Informática (CIn) da UFPE, na categoria Interoperalidade, com a solução ProLearning. A plataforma vencedora busca evitar que seus usuários não se sintam sozinhos no ensino a distância, através da interação em redes de relacionamento durante os cursos.

google10

Google já fechou acordo com fabricantes para uso do sistema Chrome

Em lista similar à dos colaboradores do Android, Google planeja anunciar fabricantes que desenvolverão novo sistema operacional.

O Google planeja anunciar dentro dos próximos dias os nomes dos fabricantes de Taiwan e China que já se comprometeram a trabalhar com seu novo sistema operacional Chrome, afirmou uma porta-voz da companhia nesta quarta-feira (7/7).

A lista será similar à feita para o Open Handset Alliance, com os colaboradores de seu sistema operacional móvel Android.

O novo Chrome OS competirá com o Windows em netbooks, notebooks e desktops. Ele será baseado em Linux e chegará aos ultraportáteis na segunda metade de 2010 – a demonstração da interface de usuário será feita no final de 2009.

O Chrome OS rodará em computadores com diferentes microprocessadores, incluindo os de arquitetura x86 usados pela Intel e AMD, e de arquitetura ARM, comumente encontrada em dispositivos móveis.

O porta-voz da Intel na Ásia-Pacífico, Nick Jacobs, declarou que o novo sistema operacional do Google também valida a categoria de netbooks como dispositivos móveis. Ele aponta o Chrome como exemplo de inovação, criando oportunidades na indústria de tecnologia da informação e oferecendo mais escolhas para os consumidores.

A Acer, terceira maior fabricante de PCs do mundo, e a Asus, foram procuradas pelo IDG News Service, mas não comentaram o assunto.

Redes sociais e Blogs: Microsoft, Razorfish, facebook, power.com, MySpace, EBP 2009, Twitter


razorfish-microsoft-rackspace

Microsoft seleciona cinco grandes agências para vender a Razorfish

Entre as empresas selecionadas estão WPP, Omnicom Group, Publicis Group, Interpublic Group e Dentsu, informa o jornal Wall Street Journal.

A Microsoft está selecionando cinco das maiores agências de publicidade do mundo para vender a Razorfish, agência especializada em mídia digital que foi adquirida pela gigante de software em 2007, informa uma reportagem do jornal The Wall Street Journal nesta segunda-feira (13/7).

Entre as empresas selecionadas pela Microsoft, que também teriam interesse em usar a plataforma de publicidade da empresa de software, estão WPP, Omnicom Group, Publicis Group, Interpublic Group e Dentsu, informam fontes ligadas à negociação, nos Estados Unidos.

O banco Morgan Stanley foi contratado para administrar a negociação da Razorfish. A agência conta com 2 mil funcionários e registrou uma receita de 400 milhões de dólares em 2008 contando com clientes como Best Buy, Mercedes-Benz Estados Unidos e Mattel.

O acordo também pode envolver o uso da plataforma de publicidade digital da Microsoft, bem como compra de espaço publicitário em produtos da empresa como o novo buscador Bing, web sites da Microsoft, o tocador de músicas digitais Zune e o console de games Xbox.

Hoje, a Microsoft é um dos maiores clientes das agências Interpublic Group e WPP.

As fontes ligadas à estratégia afirmam que as negociações com as agências são preliminares e ainda devem levar alguns meses.

A Microsoft comprou a Razorfish em 2007, junto com a aquisição da aQuantive, por 6 bilhões de dólares. Estima-se que o valor de mercado da Razorfish esteja entre 600 milhões e 700 milhões de dólares.

Na avaliação de executivos da indústria de publicidade digital, a venda da Razorfish era apenas uma questão de tempo, já que a aquisição da aQuantive tinha como foco a tecnologia do grupo usada para interligar anunciantes, empresas de mídia e redes de anúncios online.

power_vs_facebook

Power.com processa Facebook por monopolizar mercado de redes sociais

Agregador de redes sociais, que foi bloqueado pelo Facebook, alega que usuários têm direito de controlar seus dados online.

O agregador de redes sociais Power.com entrou com um processo contra o Facebook na sexta-feira (10/7), nos Estados Unidos. O site alega que o Facebook proíbe seus usuários de acessar o conteúdo publicado na rede social por meio do serviço da Power.com e acusa o Facebook de tentar monopolizar o mercado de redes sociais.

A Power.com quer provar na justiça que o usuário possui completo e total direito de controlar o conteúdo que colocou na web e protege-lo de outros usuários ou qualquer entidade.

A Power.com é uma empresa brasileira que abriu suas operações nos Estados Unidos em dezembro de 2008. A ideia do serviço é criar um portal onde as pessoas podem incluir, de uma só vez, dados em redes sociais com MySpace, Twitter, LinkedIn, Hi5 e Orkut, reunindo suas atualizações em todas as redes, bem como as de seus contatos.

Depois de ter sido processada pelo Facebook, em janeiro, a Power.com teve o acesso bloqueado à rede social norte-americana.

Segundo o jornal The New York Times, a Power.com afirma ter registrado 250 mil visitantes no mês passado nos EUA, embora dados da consultoria que mede o tráfego de sites Compete apontem que foram apenas 14 mil visitas em junho.

No processo, a Power.com argumenta que o Facebook está oprimindo a competição ao restringir seus usuários e bloquear o acesso pelo agregador. Para eles, o Facebook construiu bilhões de dólares em valor de mercado causando danos irreparáveis aos usuários, aos negócios da Power e a muitas outras companhias que sofreram ameaças similares. A lista de acusações ainda inclui competição desleal, contenção de comércio e monopólio.

Em comunicado, o Facebook disse que já fez muitas tentativas de trabalhar com a Power.com, mas o site continuava a colocar os dados de seus usuários em risco, pois se recusava a seguir as regras estabelecidas para proteger a privacidade de segurança dos usuários. O Facebook também citou o serviço Facebook Connect, que permite compartilhamento de dados com outros sites e, com ele, as acusações da Power.com perdem o mérito.

myspace

MySpace será reposicionado como portal de entretenimento

Rede social será restruturada nos próximos meses, afirma Rupert Murdoch, proprietário do grupo de mídia News Corp., que controla o MySpace.

A gigante de mídia News Corp. planeja reposicionar sua rede social MySpace como um portal de entretenimento, informou o jornal The Wall Street Journal (WSJ) na sexta-feira (10/7).

O anúncio do principal executivo da empresa, Rupert Murdoch, ocorre no momento em que o MySpace perde cada vez mais espaço para a rede social rival, o Facebook – hoje a mais popular nos Estados Unidos, segundo a empresa de pesquisas de marketing comScore.

Murdoch diz ao jornal que vê o MySpace como um local onde as pessoas buscam por interesses comuns entre si. Embora o executivo não tenha descrito os planos detalhadamente, fontes do WSJ dizem que os comentários são consistentes.

As pessoas ouvidas pelo jornal dizem que, nos próximos meses, a News Corp. implementará, silenciosamente, novos recursos no MySpace. Dessa forma, a rede social se transformará em um destino de entretenimento online.

No mês passado, o MySpace anunciou que cortaria 30% de sua equipe nos Estados Unidos e dois terços dos funcionários pelo mundo. No Brasil, a empresa manteve apenas o principal executivo, Emerson Calegaretti.

Encontro de Blogueiros Publicitários EBP2009

Blogueiros publicitários discutem redes sociais em São Paulo

Encontro fala sobre as tendências do mercado publicitário nos blogs e as características do novo consumidor nas redes sociais.

Integrar a internet, principalmente os blogs, ao futuro da profissão publicitária e entender o consumidor na era das redes sociais são os objetivos do Encontro de Blogueiros Publicitários (EBP), que acontecerá em 8 de agosto, em São Paulo.

Entre os participantes dos painéis estão profissionais como jornalista e apresentador Marcelo Tas, e executivos de publicidade, como Mentor Muniz Neto, da agência de marketing promocional Bullet, Andre Matarazzo, da agência digital Gringo, Fernando Campos, da agência de publicidade Santa Clara, e Leonardo Carbonell, da agência de comunicação por conteúdo Selulloid. O Yahoo também estará no local para anunciar o prêmio Big Idea Chair que vai destacar ideias inovadoras na internet e no mercado publicitário do País.

As inscrições podem ser feitas no site do EBP 2009. Foram abertas 200 vagas e o preço para participar é de 100 reais.

O encontro acontecerá no dia 8 de agosto, das 9h às 19h, na Faculdade Armando Álvares Penteado (FAAP) que fica na Rua Itatiara, 150, no bairro Consolação, em São Paulo (SP).

Blog

O segredo por trás dos blogs

Páginas de Dirceu, Protógenes e José Serra estão entre as mais populares

Em época de escândalos, CPIs e sucessão presidencial, os blogs de políticos estão sendo bastante acessados pelos brasileiros. A democracia do espaço, a liberdade de opiniões e a interatividade atraem cada vez mais usuários. E, para estar entre os mais lidos, não é essencial ter mandato. Entre os diários online mais acessados no país, estão os de pessoas que não ocupam cargo público, mas que estão com a popularidade em alta.

Com mais de 5.000 acessos por dia, o blog do ex-ministro José Dirceu (PT) está entre os mais procurados. Diariamente, ele usa a página para comentar assuntos de diversas áreas, como política, economia e até meio ambiente. Segundo Aristeu Moreira, responsável pelo blog, a audiência é garantida. “A pessoa que ele é e a história que ele tem acabam despertando o interesse das pessoas”, justificou.

Segundo Moreira, manter o blog de uma personalidade como José Dirceu é trabalhoso devido à necessidade de atualização diária. “José Dirceu começa a mandar os textos já às sete da manhã e eu vou editando e publicando”, conta o editor, garantindo que todos textos do blog são escritos pelo próprio Dirceu.

Embora esteja fora do governo Lula desde junho de 2005, o ministro continua sendo uma referência tanto para os debates da política brasileira quanto para o Partido dos Trabalhadores. De acordo com Moreira, esses são os assuntos que mais chamam a atenção dos leitores.

“O que mais gera interesse e comentários é quando ele fala da oposição. Depois, curiosamente, é quando ele fala de questões internas do PT. Os militantes participam muito e querem debater com ele o futuro do partido.”

Pioneiro. Com um blog e um site desde 2003, o senador Cristovam Buarque (PDT) diz que não dá mais para ignorar o meio eletrônico. “Agora, o povo não espera mais quatro anos para se pronunciar. Ele se manifesta constantemente”, disse. Depois de tomar conta do noticiário nacional, a crise do Senado é o assunto da vez. “Hoje, é a crise do Senado. Às vezes, chega alguma crítica grosseira, mas eu respondo.”

Cristovam Buarque também acredita que a interação com o eleitor é um dos motivos para ter tantos acessos. “Respondo uns 50 por dia. Quando não dá, levo para casa, respondo à mão e entrego para a minha assessoria digitar e enviar.”

O blog do delegado afastado da Polícia Federal Protógenes Queiroz também é um dos mais acessados na web. Nele, o ex-comandante da operação Satiagraha divulga suas andanças pelo país, críticas ao governo federal e àqueles que foram investigados. Há espaço ainda para textos de outras pessoas, como os da ex-ministra Marina Silva. Mesmo de férias, seu blog vem sendo atualizado pela equipe responsável.

Já o presidente do PTB e deputado federal cassado Roberto Jefferson, que também é sucesso na rede, prefere um visual mais despojado. Jefferson se expressa por textos mais curtos e, na maioria das vezes, com informações de bastidores.

Projeto libera uso da Internet

O projeto de minirreforma política, que libera a utilização de sites e blogs em campanhas eleitorais, já foi aprovado na Câmara e segue agora para a apreciação do Senado.

Atualmente, os candidatos podem apenas ter páginas pessoais, cujo endereço precisa seguir o padrão definido pela Justiça. Agora, se aprovada a nova regra, eles poderão usar a rede com mais liberdade.

O senador Cristovam Buarque (PDT) se mostra descrente em relação à regulamentação. “A Internet é um instrumento anárquico. Como controlar um blog que faça denúncias falsas contra um candidato? Vai ser muito difícil.”

O senador também vê com preocupação a possibilidade de o eleitor fazer doações em dinheiro pela Internet. “Pode surgir muita gente pedindo dinheiro como se fosse para candidato”, analisa. (RG)

Crescimento

Pesquisa. Segundo estudo da Universidade do Legislativo (Unilegis) – instituição vinculada ao Senado -, entre de 2006 e 2009, o número de registros de perfis pessoais de políticos teve aumento de 193%.

TwitterLogoBird_twitter_logo_bird

Twitter suspende contas de usuários afetados pelo vírus Koobface

Vírus que se espalhou pelo Facebook e MySpace está enviando link malicioso por meio de perfis do Twitter para infectar mais PCs.

O Twitter está suspendendo a conta dos usuários de computadores que foram vítimas do software malicioso Koobface, que atingiu sites como o Facebook e MySpace, afirmou o consultor da companhia de segurança Sophos, Graham Cluley.

O vírus Koobface foi criado para se disseminar sozinho quando detecta que a pessoa está logada em alguma rede social. Então, ele divulga uma mensagem falsa no Twitter, levando os seguidores daquela conta a clicarem em um link que conduz a um site que tenta infectar o PC.

O Twitter tem bloqueado rapidamente as contas de usuários que tiveram seus PCs infectados e está zerando o login e senha dos perfis, disse Cluley.

Ao menos duzentas contas no Twitter já foram infectadas pelo Koobface em sua última onda de ataques. Quando fez sua primeira aparição no microblog, há duas semanas, o vírus apenas enviava três links reduzidos (URLs curtas) diferentes, que levavam a um site fraudulento. Os pesquisadores agora afirmam que o Koobface já começou a enviar um maior número de links maliciosos via URLs reduzidas nos últimos dias.

A praga virtual também se disseminou no Twitter por meio de contas falsas que têm sido registradas por ferramentas automáticas. O especialista disse que o Twitter poderia evitar esse problema enviando e-mails com um link para a verificação do registro, tornando mais difícil a criação dos chamados “perfis fantasmas”.

Redes sociais no mundo


Órgãos públicos de São Paulo liberam acesso a redes sociais e blogs


redes_sociais


Objetivo é melhorar a prestação de serviços aos cidadãos e divulgar ações usando redes sociais, blogs e outros serviços online.

Todos os órgãos públicos de São Paulo vão liberar o acesso a redes sociais, blogs e outras ferramentas de ‘web 2.0’ aos servidores públicos, com o objetivo de melhorar a prestação de serviços aos cidadãos.

A medida é de autoria do governador de São Paulo, José Serra (PSDB-SP), e foi publicada no Diário Oficial da Secretaria de Gestão Pública na quinta-feira (25/6), quando entrou em vigor.

A resolução libera o acesso a redes sociais, sites de vídeo, blogs, microblogs e softwares de colaboração, além de serviços relacionados. Os servidores públicos poderão utilizar as ferramentas para se comunicar com os usuários e divulgar ações ou iniciativas do governo.

Além disso, os órgãos poderão se comunicar via mensagem de texto no celular (SMS), desde que haja autorização prévia do usuário.

Para facilitar a comunicação, serão armazenados, nos bancos de dados das administrações, os e-mails e números de celular dos usuários de serviços dos órgãos.

Usuários de internet expostos a anúncios gastam mais dinheiro online

anuncios internet


Um a cada três usuários de internet visita os sites das marcas apresentadas em anúncios online. A informação é resultado de uma pesquisa conduzida pela empresa de pesquisas comScore e encomendada pelo Online Publisher’s Association (OPA).

O estudo chamado “The Silent Click: Building Brands Online,” (O Clique Silencioso: Construindo Marcas Online) revelou ainda que os usuários gastam 50% mais tempo nos sites das empresas que anunciam em outros sites que a média dos visitantes comuns (que não foram conduzidos por um anúncio). Eles também acessam mais páginas.

Tais usuários, trazidos para o site do anunciante por meio dos anúncios, gastam em média 10% mais dinheiro online que os visitantes diretos e a parte mais significante desse gasto está relacionada às categorias de produto anunciadas, concluiu a pesquisa, acrescentando que o público que visita os sites dos anunciantes é formado pela audiência de maior rendimento.

A pesquisa avaliou 80 das maiores campanhas de construção de marca pelos 200 sites de maio tráfego nos Estados Unidos durante um mês e analisou durante um mês o comportamento dos internautas expostos a anúncios.

Britânico conecta casa ao Twitter

casa ao Twitter


Sistema envia mensagens ao Twitter com o status do consumo de energia da residência.

Um engenheiro de computação britânico conectou toda a sua casa ao Twitter. Andy Stanford-Clark recebe em seu perfil no microblog – ao qual acessa pelo celular – posts dizendo “o aquecedor do banheiro está ligado” ou “a temperatura da sala de ginástica está fria”. Com isso, ele pretende reduzir os custos com energia elétrica de sua residência.

Segundo o jornal Daily Mail, o sistema trabalha por meio por uma rede de uma dúzia de sensores que Stanford-Clark instalou pela casa – no medidor de energia e na janela do banheiro, por exemplo.

O engenheiro, sua esposa e seus dois filhos podem, então, ter o status atualizado das luzes externas, da temperatura da banheira ou saber se as janelas do segundo andar estão abertas.

As informações dos sensores wireless são gravadas em um pequeno chip que transmite sinais de rádio para um hub central. Como especialista de software da IBM, Stanford-Clark desenvolveu um programa que transforma esses sinais em palavras.

O sistema avisa Stanford-Clark sempre que ele atinge 10 libras de consumo de energia (cerca de 32 reais). Desde que começou a monitorar o uso da energia elétrica em sua casa, o engenheiro já economizou um terço do consumo.

Fundadores do The Pirate Bay criam site para competir com YouTube

The Pirate Bay


The Video Bay deve oferecer programas de TV e filmes de Hollywood que podem ser assistidos pelo browser, sem exigir download.

Desenvolvedores por trás do serviço de buscador de torrents The Pirate Bay criaram uma nova ameaça para a indústria cinematográfica: um site chamado The Vídeo Bay, que pretende piratear programas de TV e filmes de Hollywood e torná-los disponíveis em alta definição para serem assistidos no navegador – sem exigir downloads.

O site deve competir com o Hulu e com o YouTube e seus criadores não parecem estar preocupados com questões legais como licenças para conteúdo protegido por direitos autorais.

O The Vídeo Bay já está no ar, atualmente em fase de testes iniciais. Na manhã desta segunda-feira (29/6) a reprodução de alguns vídeos e áudios – que pareciam estar disponíveis – falhou. A  página inicial do site já apresenta a informação: “Não espere que tudo funcione” e ainda não há data definida para lançamento.


Dadas as implicações legais que os criadores do The Pirate Bay têm enfrentado em vários países desde o início do ano, ao destino do The Vídeo Bay pode não ser tão promissor.

No entanto, o fato de não ser mais necessário baixar um arquivo reduz significativamente a barreira técnica para se acessar conteúdo ilegal. Os “piratas” não precisariam mais lidar com formatos de vídeos, players e converter imagens ISO para arquivos de vídeo.

Opinião da Cysneiros Consultores:

Flammarion Cysneiros - CEO - ICOMUNI ConsultoriaPara Flammarion Cysneiros, diretor de Pesquisa e Desenvolvimento de Projetos da ICOMUNI Consultoria, as Redes Sociais tais como twitter, youtube, orkut, facebook, etc, já são realidade e têm despertado cada vez mais a atenção do mundo corporativo. Os blogs são ferramentas estratégicas de marketing para divulgação de informações no modelo de uma assessoria de imprensa digital.

“A ICOMUNI Consultoria empresa há mais de 5 anos no mercado, presta consultoria em marketing social 2.0, tem observado um crescente aumento da demanda do mundo corporativo interessado nessas novas estratégias de MKT 2.0”

Veja também

Mais informações sobre Redes Sociais:
  1. Lifestreaming: Será que os blogs estão com os dias contados?
  2. Nova lei eleitoral permite blogs e redes sociais, mas restringe publicidade
  3. Redes sociais são estratégicas na busca de clientes
  4. Dell afirma ter faturado US$ 3 milhões com conta no Twitter
  5. Twitter é usado como “arma” Social
  6. Era ‘pontocom’ faz 20 anos
  7. Inovação: Construtora vende por R$ 500 mil 1º apartamento pelo Twitter
  8. Wave quer agregar dados na web
  9. Tempo gasto em redes sociais nos EUA quase dobra em um ano
  10. Qual melhor tipo de Blog para sua empresa?
  11. Internet2 via satélite
  12. Como ganhar dinheiro com o Twitter?
  13. A Web 2.0 somos nós
Logomarca Cysneiros e Consultores Associados

TopoBlog_ Flammarion

Lifestreaming: Será que os blogs estão com os dias contados?


lifestreaming

O especialista em marketing e comunicação digital, Steve Rubel, decidiu abandonar seu blog Micro Persuation e publicar seus diferentes tipos de conteúdos em um serviço de ‘lifestreaming’ com a página Steve Rubel Lifestreaming.

“Blogar parece antiquado. Publicar conteúdos hoje tem tudo a ver com o fluxo. O (serviço) Posterous, minha nova casa, se assemelha mais a esse fluxo e é para onde a web está indo”, comentou Rubel, em seu post de despedida na quinta-feira (25/6).

O executivo, que atua como vice-presidente sênior da divisão Insights, especializada em novas mídias, na agência Edelman, será um dos palestrantes do evento Digital Age 2.0, promovido pelo Now! Digital nos dias 26 e 27 de agosto, em São Paulo.

Rubel conta que tomou a decisão de deixar o blog para voltar a ter um ritmo diário de publicação de conteúdos de forma mais prática, direcionando suas energias a um único lugar, além de manter seus perfis no Twitter e nas redes sociais Friendfeed e Facebook.

O Posterous se define como um serviço online que facilita a publicação de textos, vídeos, fotos e arquivos de áudio em um único lugar. O serviço lançado em julho de 2008 segue a linha do lifestream Thumblr, que inspirou o Yahoo a desenvolver o Yahoo Meme, em testes desde maio pelo Yahoo Brasil.

Evoluir do blog para o lifestream “parece ser a coisa certa a fazer” disse Rubel ao se despedir de seu blog. Os arquivos, segundo ele, poderão ser acessados por meio de buscadores e o endereço do blog vai redirecionar os internautas para sua “nova casa” na internet.

Fonte: IDG

Opinião da Cysneiros Consultores:

Flammarion Cysneiros - CEO - ICOMUNI ConsultoriaPara Flammarion Cysneiros, diretor de Pesquisa e Desenvolvimento de Projetos da ICOMUNI Consultoria, as Redes Sociais tais como twitter, youtube, orkut, facebook, etc, já são realidade e têm despertado cada vez mais a atenção do mundo corporativo. Os blogs são ferramentas estratégicas de marketing para divulgação de informações no modelo de uma assessoria de imprensa digital. O lifestreaming é uma evolução desta plataforma e inova com as integração das mídias. É um fato novo que vale a pena conferir.

“A ICOMUNI Consultoria empresa há mais de 5 anos no mercado, presta consultoria em marketing social 2.0, tem observado um crescente aumento da demanda do mundo corporativo interessado nessas novas estratégias de MKT 2.0”

Veja também

Mais informações sobre Redes Sociais:
  1. Nova lei eleitoral permite blogs e redes sociais, mas restringe publicidade
  2. Redes sociais são estratégicas na busca de clientes
  3. Dell afirma ter faturado US$ 3 milhões com conta no Twitter
  4. Twitter é usado como “arma” Social
  5. Era ‘pontocom’ faz 20 anos
  6. Inovação: Construtora vende por R$ 500 mil 1º apartamento pelo Twitter
  7. Wave quer agregar dados na web
  8. Tempo gasto em redes sociais nos EUA quase dobra em um ano
  9. Qual melhor tipo de Blog para sua empresa?
  10. Internet2 via satélite
  11. Como ganhar dinheiro com o Twitter?
  12. A Web 2.0 somos nós
Logomarca Cysneiros e Consultores Associados

TopoBlog_ Flammarion

Twitter vira ferramenta no mundo empresarial


twitter gun

Microblog que alcançou 32 milhões de visitas em abril pode ajudar na divulgação de marcas e notícias institucionais.

O Twitter, serviço de microblog, pode ajudar no contato com clientes e na divulgação de marcas de empresas. O potencial é grande. Apesar de ter sido criado em 2006, atingiu a popularidade apenas há alguns meses.

O número de acessos ao site triplicou entre fevereiro e abril, fechando o mês com 32 milhões de visitas. Para se ter uma ideia, o New York Times, um dos jornais mais lidos do mundo, teve 17,5 milhões de acesso. É uma nuvem de pessoas, a maioria usuários comuns, mas também de celebridades e políticos. E de empresas, por que não?

A revista americana Fortune, que mensalmente divulga um ranking com as 500 maiores empresas do mundo, dá algumas pistas sobre esse novo filão. Em fevereiro, das 100 primeiras empresas da lista, 36 usavam o Twitter. Coisa de gringo? De jeito nenhum. Dados do Ibope Nielsen Online revelam que o número de internautas residenciais brasileiros que visitou o serviço pulou de 344 mil em fevereiro para 677 mil em março – umaumento de quase 97%.

Mas então, o que uma empresa pode fazer no Twitter? Bem, isso ainda não está muito claro. A Jynx Playware, empresa pernambucana de jogos eletrônicos baseada no Porto Digital, usa o Twitter como um canal institucional, para exposição de marca e veiculação de notícias sobre a empresa e a área de tecnologia e jogos eletrônicos. “Colocamos o Joy, nosso mascote, para ‘falar’ com as pessoas que nos seguem. Também utilizamos o Twitter para divulgar vagas de trabalho. Recebemos muitos currículos”, conta o diretor executivo Fred Vasconcelos.

Para Fred, os resultados obtidos com o Twitter são para lá de positivos. E ele já considera o serviço de microblog mais importante que Orkut e MSN. “Nas redes sociais você pode interagir com amigos. No Twitter, tem a oportunidade de seguir pessoas que você admira, não necessariamente amigos, e receber atualizações desses perfis”, defende o diretor executivo. Para as empresas, segundo ele, a grande vantagem é o retorno de mídia e a possibilidade de utilizar oTwitter como ferramenta de negócios, comunicando oferta e demanda.

Um dos usos que a Jynx Playware faz do Twitter, o de divugação de vagas de trabalho, está se tornando comum entre empresas brasileiras. Principalmente as que atuam nos ramos de tecnologia e informática, mas isso deve se expandir em pouco tempo para outros setores. Em São Paulo, a agência de publicidade digital Digitas divulga vagas pelo Twitter há mais de um ano e recebe de 100 a 300 currículos por semana. A Conquest One, da área de tecnologia da informação, já efetivou contratações de pessoas pelo Twitter. Além de páginas específicas de empresas, há perfis que divulgam vagas de várias companhias, como por exemplo a comunidade Trabalhando.com.br, que tem mais de mil seguidores, e a Trampos.

Fonte: DP

Opinião da Cysneiros Consultores:

Flammarion Cysneiros - CEO - ICOMUNI ConsultoriaPara Flammarion Cysneiros, diretor de Pesquisa e Desenvolvimento de Projetos da ICOMUNI Consultoria, as Redes Sociais tais como twitter, youtube, orkut, facebook, etc, já são realidade e têm despertado cada vez mais a atenção do mundo corporativo.

“A ICOMUNI Consultoria empresa há mais de 5 anos no mercado, presta consultoria em marketing social 2.0, tem observado um crescente aumento da demanda do mundo corporativo interessado nessas novas estratégias de MKT 2.0”

Veja também

Mais informações sobre Redes Sociais:
  1. Nova lei eleitoral permite blogs e redes sociais, mas restringe publicidade
  2. Redes sociais são estratégicas na busca de clientes
  3. Dell afirma ter faturado US$ 3 milhões com conta no Twitter
  4. Twitter é usado como “arma” Social
  5. Era ‘pontocom’ faz 20 anos
  6. Inovação: Construtora vende por R$ 500 mil 1º apartamento pelo Twitter
  7. Wave quer agregar dados na web
  8. Tempo gasto em redes sociais nos EUA quase dobra em um ano
  9. Qual melhor tipo de Blog para sua empresa?
  10. Internet2 via satélite
  11. Como ganhar dinheiro com o Twitter?
  12. A Web 2.0 somos nós
Logomarca Cysneiros e Consultores Associados

TopoBlog_ Flammarion

HTML 5 ameaça padrões web como Flash e Silverlight, dizem especialistas


HTML5-logo

Evolução da linguagem padrão para web pode eliminar necessidade de plug-ins para aplicações multimídia em navegadores

O HTML 5, evolução da linguagem padrão da web, pode mudar o jogo do desenvolvimento de aplicações multimídia e tornar obsoletos padrões estabelecidos no mercado como as tecnologias Flash, da Adobe, Silverlight, da Microsoft, e JavaFX, da Sun.

A nova versão da linguagem proposta pelo consórcio World Wide Web (W3C), responsável por desenvolver tecnologias compatíveis para a evolução da web, se volta ao desenvolvimento de aplicações online que não foram bem resolvida nas encarnações anteriores do HTML, reconhece o W3C. Agora, o HTML 5 volta para preencher as lacunas que ficaram a cargo de linguagens como Flash, Silverlight e JavaFX.

“O HTML 5 é a segunda onda da web” afirma Dion Almaer, co-diretor de ferramentas de desenvolvimento da Mozilla, criadora do browser Firefox. A nova especificação, segundo ele, inclui funções para atender a oferta de vídeos e gráficos na web, além de um conjunto de interfaces de programação de aplicações (APIs na sigla em inglês).

Na avaliação de Ben Galbraith, co-diretor de ferramentas da Mozilla e co-fundador do site Ajaxian ao lado de Almaer, tecnologias viabilizadas pelo HTML 5 como o Canvas – para desenhos 2D -, o armazenamento de conteúdos no desktop permitirão que “usemos mais o browser do que nunca”.

As aplicações web ficarão mais divertidas, opina o gerente de projetos do browser Chrome, do Google, Ian Fette. “Elas serão mais rápidas e vão oferecer uma experiência melhor ao usuário, fazendo com que não exista uma diferença entre aplicações online e offline.”

Após cinco anos de trabalho, uma versão de testes do HTML 5 foi finalizada no início deste ano, mas a versão final está prometida para 2012.

A especificação já é compatível com browsers como Chrome, Safari, da Apple, e Internet Explorer 8, da Microsoft, e em versões que estão por vir, como o Firefox 3.5, da Mozilla, e Opera 10, da Opera.

Fim dos add-ons
Enquanto Adobe, Microsoft, e Sun disputam a oferta de suas tecnologias para o desenvolvimento de aplicações multimídia na web, o HTML 5 tem potencial para arrasar os concorrentes por oferecer experiências de web baseadas em um padrão da indústria.

Uma das vantagens do HTML 5 é deixar de lado tecnologias proprietárias na web como Flash, Silverlight e JavaFX, afirma Ian Hickson, co-editor da especificação HTML 5 e funcionário do Google – o co-editor do HTML 5 trabalha na Apple.

“É sempre um problema quando você fica preso a um único fornecedor de software – especialmente se eles decidem abandonar o produto que você está usando, ou cobrar por ele. Com uma plataforma aberta não há tal risco” afirma Hickson.

Veja também

Mais informações sobre WEB 2.0:
  1. Dell afirma ter faturado US$ 3 milhões com conta no Twitter 
  2. Twitter é usado como “arma” Social
  3. Era ‘pontocom’ faz 20 anos
  4. Inovação: Construtora vende por R$ 500 mil 1º apartamento pelo Twitter
  5. Wave quer agregar dados na web
  6. Tempo gasto em redes sociais nos EUA quase dobra em um ano
  7. Qual melhor tipo de Blog para sua empresa?
  8. Internet2 via satélite
  9. Como ganhar dinheiro com o Twitter?
  10. A Web 2.0 somos nós

 

Logomarca Cysneiros e Consultores Associados