Feira do Empreendedor 2012: Palestras espaço do Conhecimento e Inovação


Data e Hora Tema Consultor palestrante
Qua. 17 11h – 13h – Design e inovação Luciene Torres
15h – 17h – Tecnologia e gestão da inovação Celso Perez
17h – 19h – Inovação – A porta para um novo posicionamento de mercado. Fernanda Muniz
19h – 21h – Estratégias empresariais Silvio Oliveira
Qui. 18 11h – 13h – Inovar para competir Eugênia Miranda
15h – 17h – Como sua empresa pode inovar nas redes sociais Flammarion Cysneiros
17h – 19h – Por que Inovar? Fernanda Muniz
19h – 21h – Venda e Inovação Aloísio Dias
Sex.19 11h – 13h – Inovar para competir Eugênia Miranda
15h – 17h – Como sua empresa pode inovar nas redes sociais Celso Perez
19h – 21h – Tecnologia e gestão da inovação Celso Perez
Sab. 20 11h – 13h – Estratégias Empresariais Silvio Oliveira
15h – 17h – Internacionalização de empresas e inovação Erica Piros Kovacs
19h – 21h – Design e Inovação Luciene Torres

Mais informações: http://www.feiradoempreendedorpe.com.br

Inovação para a geração de valor Caso do Grupo Oi


Evento gratuito, transmitido via internet, e com vagas presenciais.

A FNQ convida a todos para participarem do próximo webcast que será realizado nesta quinta-feira com o gerente de Inovação e P&D da Oi, Marcio Antonio Bernardi.

Na palestra, que também será transmitida ao vivo pelo Portal FNQ, Bernardi apresentará os cases de P&D da empresa, como o Guia de Integração, Gestão e Administração Pública Baseada em Tecnologia (Oi Giga), que propõe soluções para questões de educação, saúde e segurança, entre outros.

A Oi é a maior empresas brasileira de telecomunicações e atua em todo o território nacional.
Com mais de 62,2 milhões de clientes, a Oi é pioneira na prestação de serviços convergentes no país. A empresa oferece transmissão de voz local e de longa distância, telefonia móvel, comunicação de dados, internet e entretenimento, além de integrar o Índice de Sustentabilidade Empresarial (ISE) da Bovespa pelo segundo ano consecutivo.

Para assistir presencialmente na FNQ inscreva-se no link abaixo
http://www.fnq.org.br/site/cursoId=246/586/default.aspx

Para assistir pelo Portal FNQ, via webcast, basta acessar o site da instituição no dia e horário do evento.

Veja abaixo os requisitos para assistir a palestra via webcast:
(Alguns usuários não possuem permissões para assistir a vídeos em suas empresas. Pedimos que contatem as áreas de TI para verificar permissão)
Sistema Operacional:Windows Explorer 2000; XP; Vista;Linux ou OS
Browsers: IE7 ou superior; Firefox ou Chrome
Plugins: Microsoft SilverLight v.2 ou superior
Hardware: PC (Windows) – X86 or x64 1-gigahertz (GHz) ou superior, com 512-megabytes
Teste de Requisitos da Videoteca:
http://www2.fnq.isat.com.br/SystemTest.aspx

Palestrantes:

Marcio Antonio BernardiEngenheiro Eletricista em Telecomunicações pela PUC/RJ com MBA pela Coppead-UFRJ. Com mais de 35 anos de experiência em operadoras de serviços de telecomunicações, exerceu inúmeras funções gerenciais nas áreas de operações, marketing, serviços e desenvolvimento de negócios. Nos últimos anos liderou a área de Estratégia do Grupo Oi. Desde 2009 é o gerente de P&D e Inovação do Grupo Oi.

Conferência Internacional de Cidades Inovadoras 2010


Inovação- Curitiba sedia Conferência Internacional de Cidades Inovadoras

Promovida pelo Sistema Fiep, a CICI2010 trará mais de 80 especialistas nacionais e internacionais para debater soluções que promovam a sustentabilidade e a prosperidade econômica e social nas cidades.

Entre os dias 10 e 13 de março, Curitiba receberá mais de 80 especialistas de todo o mundo que irão debater caminhos para a construção de realidades urbanas mais inovadoras, prósperas e humanizadas. Uma iniciativa do Sistema Federação das Indústrias do Estado do Paraná (Fiep), a Conferência Internacional de Cidades Inovadoras (CICI2010) trará experiências de sucesso em planejamento urbano, sustentabilidade, mobilidade, gestão e políticas públicas, entre outras, que transformaram cidades em ambientes propícios ao desenvolvimento econômico, social e ambiental.

Entre os nomes de peso que participarão da conferência estão Steve Johnson (EUA), autor de seis best-sellers que influenciaram desde ações de planejamento urbano até a luta contra o terrorismo; Pierre Lévy (Canadá), filósofo que estuda o conceito de inteligência colet iva; Marc Giget (França), diretor-fundador do Instituto Europeu de Estratégias Criativas e Inovação; Jaime Lerner (Brasil), arquiteto e urbanista, ex-prefeito de Curitiba; Jeff Olson (EUA), arquiteto e urbanista envolvido em projetos que contemplam espaços verdes e meios de transporte alternativos; Marc Weiss (EUA), presidente do Global Urban Development e líder do projeto Climate Prosperity; Clay Shirk (EUA), professor de Efeitos Econômicos e Sociais das Tecnologias da Internet e de New Media na New York University; e o arquiteto Mitsuru Senda (Japão). A lista completa e o currículo dos palestrantes estão no site http://www.cici2010.org.br.
Representantes de mais de 50 cidades, de todos os continentes, já confirmaram presença na CICI2010. O evento acontecerá dentro da área de mais de 80 mil metros quadrados do Cietep, sede da Fiep no Jardim Botânico que tem localização estratégica, com acesso fácil e rápido ao Aeroporto Internacional Afonso Pena e a apenas 5 quilômetros do centro de Curitiba. São esperados cerca de 1.500 inscritos, que participarão de uma série de atividades durante os quatro dias da conferência.

“A inovação é o único caminho para construirmos uma sociedade sustentá vel. E para que as empresas brasileiras e todo o País inovem é preciso, antes de tudo, que nossas cidades sejam inovadoras”, afirma o presidente do Sistema Fiep, Rodrigo da Rocha Loures. “A CICI2010 será uma grande oportunidade para que possamos pôr nossas cidades definitivamente na rota da inovação”, acrescenta.

Copromovida pelas prefeituras de Curitiba, Lyon (França), Bengaluru (Índia) e Austin (Estados Unidos) e com apoio institucional das Nações Unidas, a conferência é dirigida a empresários, gestores públicos, pesquisadores, estudantes e interessados em inovação. O evento está dividido em quatro grandes temas: “O reflorescimento das cidades”, com experiências de inovações sociais e tecnológicas para a construção de um novo ambiente urbano; “A reinvenção do governo a partir das cidades”, que trará inovações em gestão e experiências de inovações políticas e da cidade como sistema vivo; “A governança do desenvolvimento nas cidades”, uma mostra de experiências de inovações para o desenvolvimento local e apresentação de experiências de inovações para a sustentabilidade; e “Cidade-rede e redes de cidades”, que servirá para a formação do núcleo da Rede de Cidades Inovadoras.

Paralelamente à CICI2010 serão realizados outros eventos integrados, c omo a Conferência Internacional sobre Redes Sociais, o 1º Encontro Internacional de Cidades de Médio Porte e o 2º Encontro de Governos Locais da Índia, Brasil e África do Sul. E será lançado o projeto “Curitiba, Cidade Inovadora 2030”, que visa transformar a cidade e sua região metropolitana em um espaço propício à inovação, à educação e ao surgimento de uma indústria mais sustentável.

Inscrições – As inscrições para a Conferência Internacional de Cidades Inovadoras podem ser feitas pelo site http://www.cici2010.org.br. Até 21 de fevereiro, o pacote completo para acompanhar o evento, com acesso liberado a toda a programação da conferência, tem preço promocional de R$ 440,00. Estudantes têm 50% de desconto. Também é possível adquirir pacotes menores, para acompanhar uma ou mais conferências da noite, onde estarão alguns dos principais palestrantes da CICI2010. O pagamento pode ser feito por cartão de crédito ou depósito bancário.

Conferência Internacional de Cidades Inovadoras 2010
Curitiba/ Paraná/ Brasil

Ação do Sebrae quer mobilizar gestores


negociosDentro dos próximos meses o Sebrae irá firmar um termo de adesão com os municípios da Região Metropolitana para identificar as deficiências administrativas de cada cidade para então incentivar o desenvolvimento de micro e pequenas empresas. Ontem, foi lançado o Programa Cidade Futuro, como é chamada a iniciativa. O objetivo é mobilizar os gestores a adotarem uma maneira mais moderna de trabalho, articulando projetos que são realizados pelo Sebrae.

“Os prefeitos vão designar duas pessoas para formarmos uma rede de interlocutores com agentes locais. Iremos fazer dez cursos com eles, para capacitá-los e depois solicitarmos a assinatura do termo de adesão ao programa”, explicou a gerente da unidade de Projetos Especiais do Sebrae, Tereza Alves. No próximo dia 12, o Cidade do Futuro será lançado durante um evento da Associação Municipalista de Pernambuco (Amupe).

Ainda ontem, foi criado o prêmio Governador Barbosa Lima Sobrinho, para o prefeito considerado com o maior ímpeto empreendedor em iniciativas trabalhistas. Os agentes capacitados serão os responsáveis por elaborar os projetos que participarão da premiação. O projeto está disponível no site www.pe.sebrae.com.br.

Jaboatão cria fórum para micro e pequena empresa


proprio+negocioObjetivo é desenvolver e acompanhar políticas voltadas à implementação da Lei Geral

Jaboatão é a primeira cidade do estado de Pernambuco a criar um Fórum Permanente da Micro e Pequena Empresa. Este fórum também é o primeiro, em todo o Brasil, a ser institucionalizado legalmente, através de um decreto (nº 56/2009).

O objetivo do grupo é desenvolver e acompanhar políticas públicas direcionadas à implementação da Lei Geral de Micro e Pequena Empresa em Jaboatão.

A cerimônia de instalação do fórum foi realizada ontem, com a participação de entidades do setor e autoridades dos governos estadual e municipal.

Embora a Lei Geral esteja em vigor desde dezembro de 2006, muitos dispositivos não foram postos em práticas por falta de vontade política dos estados e dos municípios.

Isso porque alguns direitos assegurados pela lei dependem da implementação estadual e municipal, como é o caso do alvará provisório, uma das medidas para reduzir o tempo de abertura das empresas. Um fórum estadual para acompanhar o assunto em Pernambuco foi criado em novembro do ano passado.

Segundo o presidente da Confederação Nacional das Microempresas e Empresas de Pequeno Porte (Comicro), José Tarcísio da Silva, o fórum de Jaboatão é uma das primeiras iniciativas municipais nesse sentido.

“Não existe nenhum fórum do tipo em outros municípios do estado. Em outras cidades do país, o fórum foi criado de maneira muito informal. O decreto torna o fórum, de fato, permanente”, defende.

O secretário de Desenvolvimento Econômico, Fernando Bezerra Coelho, parabenizou o prefeito Elias Gomes pela iniciativa.

“É uma postura que mostra que a gente não pode ficar na estação esperando o trem passar”, diz.

“O fórum terá um papel estratégico para ajudar no desenvolvimento desse setor tão importante, que representa 70% da economia do município”, afirma Jackson Rocha, secretário de Desenvolvimento Econômico e Turismo e coordenador do fórum. Outras oito secretarias da prefeitura estarão integradas na discussão.

Além de órgãos municipais, entidades que representam o segmento de micro e pequena empresa participarão do fórum, como Federação das Associações de Microempresa e Empresas de Pequeno Porte (Femicro-PE), Associação das Micro e Pequenas Empresas de Jaboatão dos Guararapes (Amicro), Associação das Empresas de Pernambuco (Assimpra), Conselho Regional de Contabilidade (CRC), Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo do Estado de Pernambuco (Fecomércio), Federação das Indústrias do Estado de Pernambuco (Fiepe), Serviço de Apoio às Micro e Pequenas Empresas em Pernambuco (Sebrae) e Câmara Americana de Comércio (AMCHAM).

Prêmio de Competitividade para Micro e Pequena Empresa


MPE2-competitividade

O Sebrae em Pernambuco inscreve, até 17 de agosto, para  o Prêmio de Competitividade para Micro e Pequena Empresa, MPE Brasil, uma das mais importantes premiações no mundo dos negócios, que, em 2009,  comemora 10 anos de estrada. Conferido desde o ano de 2000, o evento visa promover o aumento da qualidade e da competitividade, destacando a boa gestão de micro e pequenas empresas.

Desde quando foi criado no ano de 2000 até 2008, já foram atendidas quase 10 mil empresas e reconhecidas mais de 100. A previsão é de que 1.800 empreendimentos sejam atendidos esse ano em Pernambuco e de 75 mil em todo o Brasil. O evento é direcionado às empresas que possuam renda bruta anual de até R$2.400 milhões, domicílio fiscal no Estado, comprovem regularidade fiscal e estatutária e que tenha completado, pelo menos, até um ano fiscal.

Há premiações para as categorias Indústria, Comércio, Serviços de Turismo (bares, restaurantes, hotéis, pousadas, agências de viagens, transportes turísticos); Serviços de Educação e Tecnologia da Informação (desenvolvimento, implantação e gerenciamento de softwares) e Agronegócio. De olho nas ações ecologicamente corretas, haverá, ainda, um ganhador na classe de Destaque Boas Práticas de Responsabilidade Socioambiental.

Cenários das MPE – Apesar da crise financeira que vem inquietando a economia mundial, as micro e pequenas empresas em Pernambuco reagiram mais moderadamente aos efeitos de curto prazo da crise em praticamente todos os seus aspectos pesquisados, se compararmos com a média brasileira. Ou seja, em todo o território nacional os efeitos no curto prazo foram sentidos pelas MPE, porém, em Pernambuco esses efeitos foram menos intensos. Para 70% dos empresários entrevistados, as expectativas para o ano de 2009 são boas (58%) ou muito boas (12%), segundo sondagem realizada pelo Sebrae.

Campeãs
– E um exemplo de boa gestão mesmo em um período em que se atravessa uma crise, é a fazenda Frutti Hall, de Petrolina, campeã nacional na categoria agronegócios da edição 2008, que se conceitua cada dia mais no mercado de agronegócios. A empresa surgiu a partir de uma viagem de seus idealizadores para conhecer a região do São Francisco a fim de colher dados para a monografia do curso de administração do filho da proprietária, Iolanda Naressi, em junho de 2003, em Curitiba. Nesse ínterim, fez visitas a algumas fazendas no segmento e, com bases nas informações observadas, resolveram investir na região. A empresa também foi vencedora na versão pernambucana do prêmio de Competitividade para micro e Pequenas Empresas, no ano passado.

A Escola Professor Paulo Freire, de Salgueiro, também foi destaque nacional, ganhando na categoria serviços de educação, que trabalha desde 1989 as modalidades de educação infantil, ensino fundamental e ensino médio com preparação para o vestibular. Destaca-se pela atualização constante das relações que estabelece com os conteúdos curriculares, sistema de avaliação, recursos de apoio pedagógico e formação continuada de seus profissionais. Ao longo desses anos, a escola participou de diversos projetos de conhecimento, sendo contemplada com o Prêmio Destaque na 8ª Ciência Jovem de PE, realizada pelo Espaço Ciência, em 2002. Entre outros prêmios, destacam-se o Top Ouro, em 2007, Prêmio Ibero-americano de Excelência Educativa, conferido em Congressos realizados Panamá (Cidade do Panamá), em 2007, e no Equador (Guayaquil), em 2008.

O MPE Brasil é uma realização do Sebrae e do Grupo Gerdau com o apoio da Federação da Indústria do Estado de Pernambuco – FIEPE, Federação do Comércio do Estado de Pernambuco – Fecomércio/PE, Federação da Agricultura do Estado de Pernambuco – FAEPE, Federação das Câmaras de Dirigentes Lojistas – FCDL, Federação das Associações Comerciais do Estado de Pernambuco – FACEP, Programa  Pernambucano de Qualidade – PROPEQ e Movimento Brasil Competitivo – MBC.

As inscrições podem ser feitas pelo site: http://www.premiompe.sebrae.com.br